fbpx
Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
A Fold Apart - A arte de se desdobrar em uma relação

A Fold Apart – A arte de se desdobrar em uma relação

A Fold Apart é uma daquelas jóias ocultas que a gente acha pelos trailers na internet e por vezes acaba por esquecer e passar batido. Mas se posso dar uma dica aqui, faça questão de não esquecer de A Fold Apart.

Da desenvolvedora Lightning Rod Games, o jogo é um puzzle baseado em um belo conceito, com uma história de plano de fundo muito bem trabalhada. Premiado em eventos desde 2017 (e com toda razão), A Fold Apart conta uma história simples e emocionante de um relacionamento a distância.

A Fold Apart - A arte de se desdobrar em uma relação

Logo no começo do jogo você escolhe que tipo de casal fará a sua história, e isto é incrível. Poder se ver representado em um jogo que conta uma história de casal, seja que tipo de casal você queira, é um passo bonito e importante. E com esse casal você irá passear por cenários belos de campo e assustadores de uma cidade para aprender a lidar com os ‘desdobramentos da vida.

Um dos personagens é um arquiteto e ele se muda para uma cidade maior devido a uma proposta de trabalho. E assim começam os problemas do relacionamento a distância. Cada puzzle é como uma metáfora dos pensamentos, preocupações, raiva, angústia e medo que cada parte envolvida sente.

Todos os lados de um relacionamento

A Fold Apart é um jogo de puzzle, mas os quebra-cabeças não são separados por fases ou estágios, tudo acontece em meio a história, você se move de um puzzle a outro durante seu envolvimento na vida dos dois personagens. Você até pode escolher respostas e reações entre os dois conversando.

Com uma estética belíssima de artes em papel, cada puzzle é desenhado para ser resolvido dobrando-se os papéis. Quando um puzzle inicia, você dele levar o personagem ao fim do “estágio”, geralmente representado por uma estrela, e para isso deve dobrar os lados da cena no papel para conseguir criar o caminho até o ponto final.

Não há um tutorial único, já que com o tempo novas dificuldades e habilidades vão sendo apresentadas e você aprende cada uma com o decorrer da necessidade. As cenas podem ser dobradas de cada um dos lados, mais a frente você ainda pode dobrar pelas pontas, há plataformas que somem quando dobradas, há blocos que podem ser movidos para criar novas plataformas para que o personagem possa subir e assim a dificuldade e os problemas da vida de ambos vão aumentando.

A Fold Apart - A arte de se desdobrar em uma relação

Desdobrando-se

Na realidade, os quebra-cabeças são meros panos de fundo para uma emocionante história que muitos podem se relacionar. O modo com que a jogabilidade é apresentada, no meio da história, sem quebras, deixa tudo fluir muito naturalmente, mesmo que por vezes os controles sejam lentos e os inputs um pouco demorados, o jogo é para ser sentido, entendido e vivido.

A Fold Apart não deixa nada a desejar como um jogo de quebra-cabeças, mas é como um jogo de história, narrativa e arte que ele se sobressai. É uma experiência que vale a pena ser testada, mesmo se você não curte puzzles. E tem legendas em português!

8.8 / 10 Nota Final
Prós
- História Apaixonante
- Arte Incrível
- Puzzles Desafiadores
- Mecânica Diferente
- Tem PT-BR
Contras
- Movimentação Lenta
- Input Demorados Algumas Vezes
Resumo
A Fold Apart é um jogo de história contada em puzzles. Um jogo rápido e belo que vale a pena sentir.
Design
Trilha Sonora
Diversão
Gameplay
Custo x Benefício

[Nota do Editor: A Fold Apart foi analisado a partir da sua versão para Nintendo Switch. A cópia do jogo foi gentilmente cedida pela Evolve PR para avaliação.]


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]