fbpx
Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
NES Tricô

A Nintendo quase lançou um periférico de fazer tricô para o NES

A Nintendo é, indubitavelmente, uma empresa que preza pela inovação e tem isso com uma das grandes bases do seu sucesso. Desde o simples d-pad até a portabilidade híbrida do Nintendo Switch, a Nintendo é sinônimo de novidade.

Mas nem todas as inovações são bem aceitas pelo público. Como é o caso da Power Glove, do Wii U pad ou mesmo do Disk Drive do Nintendo 64 que nem chegou a ser comercializado. Mas você sabia que uma das ideias inovadoras da Nintendo envolvia um periférico de tricô?

Pos é isso mesmo! Desde sempre Nintendo busca inovar não só na indústria como um todo, mas também inovar dentro de seus já correntes sucessos. Podemos dar como exemplo o atual Ring Fit Adventure, um modo novo não só de se jogar no Switch, mas com um acessório que muda o jeito de se jogar os já inovadores Joy-Cons.

E a companhia japonesa sempre teve diversas tentativas (frustradas e assertivas) de periféricos, como a já citada Power Glove para NES, um Mouse para SNES (muito usado em Mario Paint) e ela quase lançou um acessório para produzir peças em tricô com o Nintendo Entertainment System na década de 80.

A Nintendo quase lançou um periférico de fazer tricô para o NES

Agora você está tricotando com poder

Esse era o slogan do anúncio acima que promovia a quase lançada Nintendo Knitting Machine. Postada no Facebook pelo ex-empregado da companhia Howard Phillips, o protótipo seria ligado ao sistema do NES para criar peças de tricô.

De acordo com Phillips, o presidente da Nintendo of America na época, Minoru Arakawa, pediu que ele apresentasse o periférico para o presidente da Toys R Us, Charles Lazarus, em uma demonstração ao vivo, que ele descreve com humor como “uma das minhas demos menos genuinamente entusiasmadas”. Embora nenhuma razão para o cancelamento da máquina de tricô tenha sido revelada, Phillips acrescentou que ela foi exibida na Winter Consumer Electronics Show de 1987 para avaliar a demanda do varejista “e depois esquecida”.

Phillips também observou que, embora a Nintendo Knitting Machine nunca tenha sido lançada em lugar algum, o software de edição de padrões foi lançado no Japão em 1986 para o Famicom Disc System (veja um pouco dele no vídeo abaixo). Embora não incluísse um periférico, Phillips disse com uma piscadela nos comentários da foto que “o software Famicom Disc sozinho foi um ‘sucesso’ no Japão, provavelmente porque todo pai que comprou um Famicom Disc System comprou o software de tricô também para ajudar a justificar a compra.”


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]