fbpx
Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
DLC é meu ovo!

DLC é meu ovo!

Sentei no sofá e decidi jogar meu Super Nintendo véio de guerra. Qual jogo? Sigo o coração e assopro Yoshi’s Island, ou Super Mario World 2 ( ou os dois juntos, sei lá ). Peguei o Bebê Mario e sai pela ilha jogando ele de Yoshi pra Yoshi de cor diferente (genética, vai entender) até chegar perto do fim e cair numa reflexão sobre esse jogo único e como ele seria lançado nos dias atuais. Seria ele uma sequência? Seria ele um DLC? Seria o Yoshi capaz de ter um título solo (quantos o Luigi tem?) lançado no Switch?

DLC é meu ovo!
Você compraria esse jogo em 2020?

Um DLC (downloadable content) é um complemento do jogo principal lançado junto ou após o lançamento do jogo pra ser comprado à parte ou vem de graça mesmo. Ás vezes é uma nova estória, uma continuação da principal ou “side quests” com o personagem principal ou secundário. Algo feito pra dar aquela sobrevida ao jogo e proporcionar mais horas de “jogatina” pro gamer ansioso pra comprar esse apêndice virtual.

DLC é meu ovo!
Yoshis não customizáveis!

Agora vem o meu “mas”. Mas, (eu avisei) até onde isso vale a pena do ponto de vista do jogador que quer apenas uma aventura simples e despretensiosa? Você vai dizer que compra ou baixa o DLC quem quer e eu vou responder que não é justo alguns poderem jogar um jogo completo e outros terem que jogar 70%. Yoshi’s Island é um jogo completo que seria apenas um DLC porquê o personagem principal não é rentável nos dias atuais, e por falta de grana muitos jogadores não teriam a chance de experimentar esse jogo muito bem feito. (não sou contra o DLC, só acho injusto)

DLC é meu ovo!
50 dólares um DLC?

Completando meu “hate” (tá bom eu odeio DLCs), imagine toda uma geração tendo que jogar Ninja Gaiden 1 e não ter o 2 e 3. Double Dragon, Megaman, Zelda, Final Fantasy e muitos outros talvez não tivessem continuações, pois muitas são bem ruins ou curtas demais pra serem uma sequência completa do jogo original. Sem falar nessa papagaiada dos jogos de luta saírem com meia dúzia de personagens e depois lançarem o resto a conta gotas pra gente comprar. Responde de coração: você ia curtir assistir um filme e ter que sair, pagar de novo só pra ver a cena pós créditos?

DLC é meu ovo!
Com mais essas eu compro o DLC.

Sim eu sou um velho saudosista e tenho que entender (e aceitar) que nos dias atuais os DLC são formas mais acessíveis de um complemento para os jogos, que eles aumentam em muito a diversão de vários jogadores novos e velhos como eu (e você que está lendo). Cada época tem o seu console e cada geração tem seu “gameplay” e eu respeito isso (mentira, sou velho e vou reclamar sempre) porém, temos que exigir respeito das produtoras e não engolir tudo que jogam pra gente. Posso até engolir mas, vou mandar alguns ovos de volta!

DLC é meu ovo!
Toma esse DLC !!!

Reclamadores, reclamarão (não resisti kkk)

Um Mega abraço.

Até semana que vem!


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

NEStálgico
Nerd, nostálgico, pai e professor. Reclamador profissional com PHD em Harvard. Conheço o Mario, e daí? Assopra a fita e bora jogar!