fbpx
Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

[Entrevista] Felipe Becker, o Be!Tech, fala sobre seus consoles, Stardew Valley e mais

[Entrevista] Felipe Becker, o Be!Tech, fala sobre seus consoles, Stardew Valley e mais

Olá leitores do portal Project N, continuando nossa série de entrevistas, hoje recebemos um convidado ligado à tecnologia, o criador de conteúdo com mais de 1,5mi de inscritos: Felipe Becker, que inclusive fez vídeo de unboxing do Nintendo Switch em seu canal.

[Entrevista] Felipe Becker, o Be!Tech, fala sobre seus consoles, Stardew Valley e mais
Becker fazendo unboxing de seu Nintendo Switch em um de seus vídeos no canal BE!TECH

ENTREVISTA

Project N – Primeiro gostaria de agradecer a você pela entrevista e pedir para que você se apresente para nossos leitores, quem é o Felipe Becker e o que ele faz?

Felipe Becker – Eu quem agradeço pelo convite. É um prazer bater esse papo com vocês. Atualmente eu sou criador de conteúdo e possuo um canal no Youtube chamado Be!Tech. Falo sobre tecnologia e suas novidades.

Project N – Então Felipe, qual foi seu primeiro contato com vídeo games que se recorda?

Felipe Becker – Desde muito pequeno, não sei nem ser exato na idade. Mas me lembro de que era um Atari que meus pais compraram, e me apaixonei de cara.

Project N – É mesma coisa que aconteceu comigo, e também me apaixonei pelos games através do meu primeiro console o Atari 2600, mas você se recorda de qual foi seu primeiro console da Nintendo, e quais consoles teve?

Felipe Becker – O primeiro foi o Super Nintendo. Eu já jogava o “Nintendinho” 8 bits na casa de amigos, mas o meu primeiro foi o Super Nintendo mesmo. Tive os mais variados consoles, sendo eles: Atari, Mega Drive, Super Nintendo, Playstation 1, Nintendo 64, Playstation 2, Xbox, Xbox 360, Xbox One.

[Entrevista] Felipe Becker, o Be!Tech, fala sobre seus consoles, Stardew Valley e mais
Felipe Becker em seu estúdio de gravação

Project N – E hoje você possui qual console da Nintendo?

Felipe Becker – Nintendo Switch

Project N – Nessa longa trajetória como gamer, você possui alguma franquia da Nintendo que seja a sua favorita?

Felipe Becker – Difícil escolher uma, mas acho que seria Super Mario mesmo.

Project N – Qual jogo da Nintendo hoje você tem jogado mais?

Felipe Becker – Quando sobra tempo, tenho jogado bastante Super Mario Kart!

Project N – Muito se fala sobre a estratégia da Nintendo e das outras grandes empresas de games com relação ao Brasil, em sua opinião o que deveria mudar na indústria de jogos eletrônicos, mais especificamente na Nintendo?

Felipe Becker – Ser um pouco mais aberta e escutar os fãs em relação a melhorias nos produtos.

Project N – De fato a Nintendo precisa escutar a comunidade, e tentar fazer acontecer o que os fãs pedem tanto que é a localização de seus jogos, mas Felipe conte pra nós uma história engraçada que se recorde relacionada a games.

Felipe Becker – Me lembro que uma vez eu e um amigo quase morremos de susto enquanto jogávamos Resident Evil. Na época o estilo do jogo era novidade e morríamos de medo. Então na cena do corredor inicial (aonde o cachorro pula pela janela), quase caímos duro de assustados!

[Entrevista] Felipe Becker, o Be!Tech, fala sobre seus consoles, Stardew Valley e mais
Cerberus, responsável por quase matar de susto Felipe Becker

Project N – Sei que além da franquia Mario você também gosta muito de Stardew Valley, o que mais lhe agradou nesse game?

Felipe Becker – É um jogo extremamente relaxante e que traz uma sensação boa de “cultivar” as suas próprias coisas. Ele foge da premissa acelerada dos jogos atuais e foca em uma experiência muito mais pessoal e satisfatória.

Project N – Também tenho centenas de horas em Stardew Valley, mas infelizmente nossa entrevista esta chegando ao final, Felipe você quer deixar algum recado para nossos leitores?

Felipe Becker – Conheça sempre jogos novos e não se esqueçam também de aproveitar a vida no mundo real! E claro, acompanhem as novidades aqui no site!


Esperamos que vocês tenham gostado desta entrevista e podem esperar que vem muito mais por ai!