Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

[Entrevista] Danillo do Bate-papo Game falando sobre a troca de nome do canal, esclarecendo as polêmicas e mais

[Entrevista] Danillo do Bate-papo Game falando sobre a troca de nome do canal, esclarecendo as polêmicas e mais

Fala galera, hoje traremos mais uma excelente entrevista que saiu de um excelente Bate-papo, depois de conversar por horas esse foi o resultado, espero que gostem!

Project N – Primeiro gostaria de agradecer a você pela entrevista e pedir para que você se apresente para nossos leitores.

Danillo – Eu quem agradeço o contato para podermos bater esse papo. Eu me chamo Danillo Vellozo, tenho 34 anos e trabalho com tecnologia. Atualmente dirijo um canal no YouTube chamado Bate-Papo Game, criado para discussões sobre os acontecimentos da Indústria Gamer. O foco do meu canal e das minhas discussões são sobre a Nintendo, empresa que mais possuo apreço pela forma de desenvolver produtos e franquias.

Project N – Da onde vem o nome do Seu canal, primeiro Bate Papo Nintendo e agora Bate papo Game? Com qual intuito você o criou?

Danillo – Antes de criar o canal, eu acompanhava outros canais sobre Nintendo como Digplay e Nintendo Dreaming. Logo depois apareceu o canal Coelho no Japão. Eu gostava de assistir aos vídeos deles e comentar sempre que podia sobre o assunto. No meu circulo de amigos, nunca tive muitas pessoas que gostassem de games, e os poucos que gostavam, não valorizavam a Nintendo, empresa que mais gosto. Então, lembro que o canal do Amauri Jr chamado Nintendo Dreaming que acompanhava na época entrou em um período de hiato. As lives diárias não aconteciam mais. Naquela mesma época, fui convidado pelo canal Digplay a participar de uma gravação do “DigCast”, um quadro em formato de podcast.
Foi então nesse momento que decidi criar um canal para falar sobre Nintendo com quem também tinha essa necessidade. Diria que o convite pelo Digplay e a falta de conteúdo do Nintendo Dreaming foram os principais gatilhos para o Bate-Papo Nintendo.
A mudança do nome do canal veio recentemente, quando percebi que algumas pessoas se ofendiam com o fato de eu também possuir outros consoles não-Nintendo e esporadicamente criar algum conteúdo relacionado a eles.
Foi por isso que mudei o nome do canal para Bate-Papo Game.

[Entrevista] Danillo do Bate-papo Game falando sobre a troca de nome do canal, esclarecendo as polêmicas e mais
Danillo com seu Switch com joy cons nas cores do Wario!!

Project N – Como foi sua trajetória ao longo da infância com consoles, quais teve e quais não teve mas gostaria de ter tido quando mais jovem?

Danillo – Meu primeiro contato com videogame acho que foi com o Atari. Lembro que meu pai foi buscar no porão da casa de uma tia aquela caixa maltratada pelo tempo, mas que possuía uma joia rara. Depois, mais pra frente, até ganhei aqueles consoles genéricos da TecToy com 1001 jogos na memória. Mas eu considero meu primeiro vídeo game mesmo um mega-drive, aquele modelo com Sega CD e ainda vinha com adaptador do Master System. Tava pra jogar tudo nele… bem, ou quase tudo. Eu visitava primos e amigos com Super Nintendo na mesma época e era apaixonado pelos games e pelo console que não tinha. Alguns anos depois acabei ganhando de Natal um Nintendo 64 de meu avô, console que mais joguei e mais gostei na vida. Foi ai que me descobri Nintendista.
Tive também uma fase de PC Gamer, depois tentei voltar para consoles com o Wii, mas estava muito aquém do que eu queria como experiência. Eu entendi a proposta do Wii para os mais casuais, mas como amante da Nintendo, não era o que eu queria no momento. Gostaria de ter tido o Game Cube, é o único console que não tive e que me arrependo.
Acabei pegando um Playstation 3, meu primeiro console da Sony e de lá pra cá, nunca mais passei nenhuma geração sem Playstation.
Tive Wii U e o 3DS que foram consoles formidáveis também. O Switch agora está não só resgatando todos nintendistas antigos, mas também doutrinando novos, e isso é muito legal. 

Project N – Qual seu console favorito e qual a sua franquia favorita?

Danillo – Meu console favorito é o Nintendo 64, sem dúvidas. É o console que mais me proporcionou momentos incríveis ao lado dos meus irmãos, familiares e amigos.

[Entrevista] Danillo do Bate-papo Game falando sobre a troca de nome do canal, esclarecendo as polêmicas e mais
Danillo com seu cartucho de N64, seu console favorito

Poder jogar com 4 pessoas em tela dividida realmente foi algo extraordinário na época de Mario Kart 64, Golden Eye 007, Perfect Dark, Diddy Kong Racing, Donkey Kong 64, e tantos outros multiplayers inesquecíveis. Minha franquia favorita é The Legend of Zelda e meu jogo favorito é The Legend of Zelda: Marjora’s Mask

Project N – Quais consoles você tem hoje?

Danillo – Hoje tenho Super Nintendo, Nintendo 64, Wii, Wii U, Nintendo Switch, Nintendo 3DS, Playstation 5 e um PC Gamer.

Project N – Você se considera um nintendista?

Danillo – Ser Nintendista é algo subjetivo e pessoal. Tem pessoas que consideram que Nintendista é aquele que só joga jogos da Nintendo, e não valoriza ou sente vontade de jogar nenhum jogo, até que ele seja portado ou lançado para um console Nintendo.
Se esse for o caso, eu diria que não sou Nintendista, porque jogo todas plataformas que quero e valorizo elas de formas diferentes.
Mas se ser Nintendista significa amar as franquias da Nintendo acima das outras e valorizar o jeito que a empresa entregou experiências pelas últimas décadas, então, nesse caso, me considero Nintendista.

[Entrevista] Danillo do Bate-papo Game falando sobre a troca de nome do canal, esclarecendo as polêmicas e mais
Danillo em sua visita a loja Nintendo em New York

Project N – Ano que vem pretende ir na BGS?

Danillo – Sim, eu gosto muito da BGS e esse ano de 2020 fez falta o evento ter sido cancelado devido a pandemia. Mas acho a BGS um espaço formidável porque nos permite encontrar com pessoas e amigos que falamos durante todo ano. Como criador de conteúdo é algo muito legal. Além de encontrar outros amigos criadores de conteúdo também. A BGS pra mim é mais sobre encontros do que qualquer outra coisa. Em 2019 fui com o Coelho no Japão todos os dias, porque ele me concedeu o convite VIP e em 2021 estaremos lá novamente.

[Entrevista] Danillo do Bate-papo Game falando sobre a troca de nome do canal, esclarecendo as polêmicas e mais
Danillo e Luigi amedrontados com as próximas perguntas?

Project N – Agora vamos falar de assuntos mais polêmicos, qual foi o motivo da troca de nome do seu canal de Bate Papo Nintendo para Bate-papo Game?

Danillo – Quem acompanha o canal Bate-Papo Game, sabe que o foco sempre foi sobre Nintendo, mas eventualmente eu falava sobre outras plataformas. Principalmente de domingo durante o quadro Bate-Papo Game Show, que anteriormente era chamado de Bate-Papo Nintendo Talk Show.
Com unboxing do Playstation 5, poucas pessoas se incomodaram que um canal de Nintendo estava mostrando um console da Sony. Foi então que decidi mudar o nome do canal por 2 motivos: Primeiro obviamente para ter liberdade e coerência com novos inscritos e com os inscritos atuais. Transparência e coerência são duas coisas que valorizo. E o segundo motivo foi que não quero ter uma marca Nintendo associada à marca que estou tentando criar com o meu canal Bate-Papo Game.
Pode parecer estranho quando digo isso, mas a Nintendo não pode e não quer ser associada a coisas que digo no meu canal porque a marca é dela, e pessoas tem dificuldade de entender que não represento oficialmente a empresa.

Project N -Vejo nos comentários de seu canal que você sofreu muito “hate” com a troca de nome do seu canal, como tem lidado com isso?

Danillo – Muito bem. Foi menos de 1% de pessoas que saíram pela troca do canal, e eu acredito que isso é melhor do que eu esperava. Acreditava que mais pessoas ficariam infelizes com a troca do nome. Esse é um processo natural quando é apresentado algum tipo de mudança para indivíduos que, nem sempre, assimilam.
Boa parte deve voltar aos poucos quando perceberem que a essência do canal continua a mesma.

Project N – Agora com foco não só em Nintendo Switch, você pretende manter as lives falando apenas de Switch ou vai falar de todos os consoles?

Danillo – O foco continua em Nintendo, mas o conteúdo não mais exclusivo da Nintendo. O quadro do canal em que as pessoas vão ver mais convidados diferentes falando sobre outras empresas e games é o Bate-Papo Game Show, que acontece todos os domingos, das 20h00 as 22h00 horário de Brasília. Nesse programa, eu recebo convidados e criadores para falar sobre acontecimentos do mundo gamer. É muito divertido.

Project N – Acompanho aos domingos a live, sempre muito boa, mas como está a sua relação com outros youtubers nintendista após você ter deixado de ser um youtuber Nintendista e passado a ser um youtuber gamer?

Danillo – De uma forma geral mantenho minha amizade com a maioria. Alguns entenderam que foi uma pena a troca do nome do canal porque entendem que a Nintendo não é popular no Brasil, e que precisa de mais apoio. Por outro lado penso, que ainda não assimilaram a mudança do jeito que ela deve ser assimilada. A maioria dos outros criadores de conteúdo sobre Nintendo considero como amigos pessoais.

Project N – Em nossa conversa você mesmo se rotulou de polêmico, risos, qual foi a pior polêmica que você se envolveu desde a criação do seu canal e por quê?

Danillo – Eu procuro sempre fomentar discussões na comunidade, e debates interessantes sobre o que acontece nos âmbitos de diferentes plataformas. As duas mais recentes posso lembrar.
Uma foi com relação ao preço do game Doom Eternal sendo vendido no Nintendo Switch, quase 10 meses depois de ter sido lançado para outras plataformas, a 300,00 reais. Naquela mesma semana havia pago 80,00 no jogo, que concorreu ao Game of the Year por sinal.
Algumas pessoas se ofendem quando você fala de games, ou sobre a forma que eles rodam em outras plataformas, ou o preço que eles custam em diferentes plataformas. A palavra “capado” é algo que também agride uma pequena parte de nintendistas, utilizada para se referir a qualidade gráfica inferior.

Project N – As polêmicas que você se envolveu, você acha que de alguma maneira foi prejudicial para seu canal?

Danillo – Sim, toda polêmica pode causar engajamento negativo e positivo no canal. As pessoas tem dificuldade de separar as coisas, então se eu me posicionar politicamente sobre algo, por exemplo, a pessoa pode deixar de seguir o canal sobre games, que nada tem a ver com política, porque não pensa como eu politicamente falando. Entende a incoerência? Ela existe e é mais comum do que imaginamos.

Project N – Seu último post no Twitter foi bem criticado, e sabemos que aquela rede social é difícil de conseguir se expressar por conta da limitação de caracteres gostaria de expor seu ponto de vista aqui com relação ao crunch?

Danillo – Outra polêmica foi em relação ao movimento de Crunch na indústria. Vi muitas pessoas recentemente militando contra o Crunch e acho um movimento positivo. Um assunto que deve ser debatido. Mas muitos se ofenderam quando eu disse que, antes de criadores e mídias fazerem o movimento contra o Crunch, os desenvolvedores que sofreram Crunch devem fazer o movimento de dentro pra fora denunciando e procurando seus direitos. Os desenvolvedores que não fazem isso, possuem sua parcela de culpa por aceitar o Crunch, na minha visão, mesmo sabendo que o medo de perder o emprego ou sofrer retaliações é um fato.
Enfim, essas postagens buscam o debate e a discussão, mas fiz na plataforma do Twitter, onde as palavras são limitadas e as pessoas preferente propagar a distorção das palavras, com respostas indiretas, ao invés de buscar uma troca de ideia e soluções para o cada discussão.
Essa é a dica que deixo para todos: fujam das discussões no Twitter e busquem discutir em grupos fechados e controlados de pessoas que te conhecem.

Project N – Tem algum plano para 2021 que possa nos contar?

Danillo – Têm dois projetos interessantes em andamento, em parceria com outros canais, que acho que vocês vão gostar, mas por enquanto não posso dizer nada (risos) só posso dizer que em breve as coisas irão aparecer.

Project N –  O que você gostaria de falar para nossos leitores, em especial aqueles que não te conhecem e não conhecem o seu conteúdo?

Danillo – Gostaria de convidar todos os leitores a conhecerem o canal Bate-Papo Game. Lá todos tem espaço para expor suas opiniões e participar, discutindo ou jogando games na Playroom Virtual. Bate-Papo Game é um canal no YouTube criado de fã para fã.

Indico a vocês o vídeo abaixo do canal do Bate-papo Game, onde o nosso entrevistado faz um tour pela loja da Nintendo de Nova York, vale a pena assistir:

Mais uma vez chegamos ao fim de nossa entrevista, entrevista essa bem produtiva onde abordamos vários temas importantes, quer ver seu youtuber/criador de conteúdo sendo entrevistado? Mande uma mensagem para @prudas no Twitter ou @RafaelPrudas no Instagram, que faremos o máximo para traze-lo e falar um pouco da rotina dele, e não se esqueça de curtir o Instagram do portal @portalprojectn, no mais é isso fiquem com Deus ate a próxima e que esse ano de 2021 seja um ano fenomenal para todos nós que tenhamos saúde e dinheiro para comprar os jogos que tanto amamos!!!


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Rafael Prudêncio
Gamer desde que me entendo por gente, colecionador de games e viciado em Mario!!!