fbpx
Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Você acredita em Gnomos? Bem vindos ao universo mágico e genuíno da série de fantasias e magia de THE LEGEND OF ZELDA. Recusem imitações!!!
Você acredita em Gnomos? Bem vindos ao universo mágico e genuíno da série de fantasias e magia de THE LEGEND OF ZELDA. Recusem imitações!!!

Quando a Capcom resolveu produzir um game para o GAME BOY ADVANCE com supervisão da Nintendo e que levaria o nome de um game da franquia Zelda, confesso que fiquei receoso, mas quando pude colocar as mãos no game The Legend of Zelda The Minish Cap, toda magia do universo da franquia entrou como uma droga boa em minha mente e coração.
Fazia tempos que não jogava um game tão bom e em 2D da série Zelda e Minish Cap me trouxe aquela alegria que tive ao jogar pela primeira vez The Legend of Zelda A Link to The Past e The Legend of Zelda Ocarina of Time, na época destes games citados, a magia era presente e grandes emoções eram presentes em minha vida.
Não desmerecendo os títulos lançados recentemente, todos tem suas peculiariedades e conseguem agradar, mas um novo Zelda em 2D com cenários majestosos, lindos e jogabilidade fluída, com ambientação que parece ter sido tirada de um livro de fantasias, são poucos que conseguem ser deliciosos do começo ao fim.
Acho que todos os Zeldas da série merecem destaques, salvo os Spin-offs que na grande maioria são pra “encher linguiças” e tapar alguns buracos.

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Exemplo claro é a mecânica adotada em dois títulos que não são tradicionais : Hyrule Warriors e Hyrule Warriors Age of Calamity, que pegam emprestados os personagens da série da Big N que são praticamente jogados em um estilo de game cansativo, repetitivo, e com muitos, mas muitos inimigos repetidos pra que consiga agradar a minoria (pelo menos no ocidente), gênero este que se chama MUSOU (Hack n Slash Japonês), daí já sabe o que esperar né?
Como falei, alguns Spin-offs estão ali pra tapar buracos, caso mais recente é o Age of Calamity que conta a história antes de Zelda Breath of The Wild que já é um game fenomenal, mas a produtora Koei Tecmo apenas aproveitou a grande fan base do game para lançar mais um MUSOU para o Nintendo Switch. Não é um game ruim pra quem curte o estilo, mas não é de longe um game mágico da série Zelda.

E a magia está no ar
The Legend of Zelda The Minish Cap é um game que parece ter sido tirado de um livro de fantasias, com uma história linda para a proposta do game, não é um game relativamente longo, mas o ideal para contar toda aquela magia do universo que o game foi projetado.

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Era uma vez em um mundo distante….

Muito tempo atrás, a lenda dos pequenos Picori se deu início. Para salvar aquele mundo da escuridão que se aproximava, os pequenos gnomos (chamarei desta forma por que não deixam se ser), descem do céu e da ao grande herói dos homens , uma espada sagrada, com essa espada o grande herói usando sua sabedoria e coragem, deu fim aquele período tenebroso. Anos se passaram e espada virou um objeto de contemplação daquele lugar, todo mundo queria ver, tocar e sentir a presença do grande espírito daquele herói que salvou todos da maldição.
Todos os anos acontece um festival no Reino e com torneios no qual o grande vencedor pode tocar na espada sagrada e contemplar de perto a luz que ela emite, segundo relatos, ao tocar na espada, o grande vencedor poderia ser consagrado com grandes poderes em corpo e alma.

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Eis que chegou o grande dia de mais um festival, a princesa Zelda vai até a casa do jovem Link e o convida para assistirem ao festival juntos, ele topa, os dois são praticamente a tampa e a panela de tão unidos.

O reino todo em festa, colorido e repleto de alegria. Passeando pela praça central, a princesa convida Link para “brincar” em uma das atrações, princesa Zelda acaba ganhando o prêmio da atração e poderia escolher um dos 3 itens disponíveis, mesmo sendo forçado pelo dono da atração a não levar um escudo, a princesa escolhe o escudo e presenteia seu amigo Link. O jovem guerreiro fica todo envergonhado mas aceita o presente de sua amiga.

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Ficaram horas ali se divertindo até que a princesa e Link partem para a grande celebração do vencedor que poderia tocar na espada sagrada. De repente tudo fica muito estranho, a chegada do grande vencedor gera impacto, olhares espantados, o vencedor era nada mais, nada menos que o poderoso feiticeiro Vaati, todos se assustam!

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Mas algo não saiu como planejado para o feiticeiro, visto que ele acreditava que ao tocar a espada, poderia alcançar a luz que ela emitia, mas nada aconteceu. Com “raivinha” o feiticeiro transforma princesa Zelda em pedra e a espada é fragmentada em 4 pedaços (Four Swords) e assim a escuridão voltava a assombrar aquele mundo. O feiticeiro então desaparece como fumaça, o caos começa a atormentar, todos ficam perplexos ao verem a princesa petrificada e tudo de mal que pode ocorrer a partir dali. De repente um dos soldados da Guarda avisa o rei que para acabar com a maldição novamente, alguém teria que encontrar os 4 pedaços da espada que foram espalhados pelo Reino e só os Gnomos da floresta teriam as respostas de como alcançar as partes. Então o rei ordena que um de seus soldados vá atrás, mas na hora fica sabendo que os Gnomos só aceitam visitas de pessoas de coração puro, ou melhor, crianças e adolescentes, nenhum adulto pode conversar com os Gnomos.
O rei pensativo, chorando, olha pra Link que ali estava de olhos arregalados e pede que ele vá pra essa missão.
Link com seu espírito de guerreiro aceita, até mesmo por que quer ver sua amiga Zelda novamente. Mas link ganha do rei uma espada comum para lidar com qualquer ameaça no caminho para a floresta encantada onde moram os gnomos.

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

O jovem Link parte em sua missão rumo a floresta dos Picori.

…….. Continua (portanto votem).

Conclusão Ato I – Por que considero o melhor game da série The Legend of Zelda?

Zelda Cup 2021 : The Minish Cap

Fiz uma pequena história pra mostrar pra vocês que The Legend of Zelda The Minish Cap tem em sua essência a magia que um legítimo game da série é, ao longo da história você vai presenciar inimigos únicos, sem exagero de inimigos repetidos em quantidade como em MUSOU por exemplo, vai adquirir poderes que se encaixarão perfeitamente com a proposta deste game 2D produzido pela Capcom com supervisão da Nintendo.
E também nem preciso fazer textos imensos pra justificar a beleza de um game genuíno da série The Legend of Zelda, é tudo muito intuitivo em Minish Cap, clássico e direto ao ponto. A lenda herdada de um herói para o jovem Link e seu espírito de guerreiro!

Até mais pessoal!


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Escobar
Além de amar cafés, sou apaixonado por games desde 1980, época de ouro! Amor incondicional por Pixel Arts, Índies e Games Excêntricos!!!! F.C : SW-3494-9190-7812