Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

[Top 10] JOGOS DE ANIME que precisam acontecer no Nintendo Switch um dia

[Top 10] JOGOS DE ANIME que precisam acontecer no Nintendo Switch um dia

Já existem alguns jogos baseados em animes e a gente sabe que, por exemplo, a Bandai Namco tem os direitos de publicação de jogos de vários animes como: Dragon Ball, Naruto, Boku no Hero, Digimon, One Punch Man, entre outros.

E nós decidimos fazer a nossa lista de desejos e selecionar 11 jogos de anime que gostaríamos de ver ganhando vida no Nintendo Switch. Só reforçando, esses jogos não serão lançados e isto não é uma matéria de previsões, são realmentes animes que gostaríamos de ver transformados em jogos.

Separando em duas categorias, 6 jogos de gêneros diversos e 4 jogos de luta, nossa equipe pesquisou os animes e jogos, mas se por um acaso alguns desses jogos já existirem em um console velho, ou um mobile perdido na China, nos perdoe.

Parte 1 – Gêneros Diversos

Começamos esta lista com um dos animes mais amados dos Otakos. Nosso primeiro jogo dos sonhos é um:

1 – RPG de Ação de Hunter x Hunter

Hunter x Hunter é a obra mais madura de Yoshihiro Togashi, o autor de Yuyu Hakusho (saudosos da Manchete vão se lembrar), e nessa obra ele decidiu se aprofundar mais no universo, no desenvolvimento dos personagens, e é fato que Hunter x Hunter nunca teve um jogo Digno, com letra maiúscula! E esses são os motivos do porquê um Action RPG seria demais:

Se você não conhece, saiba uma coisa, Hunter x Hunter tem DE LONGE a mais bem estruturada, versátil e criativa estrutura de poder (como Chakra, Li, Cosmo etc), o “Nen”, pois em HxH existe uma classificação de como funciona sua aura, emissão, reforço, manipulação e seria o jogo perfeito para criar um avatar, tal qual Dragon Ball Xenoverse, você escolheria seu tipo de nen e a partir da escolha ia optar por um leque de poderes que o jogo daria, assim como em um RPG, se mesclaria 80% emissão, por exemplo, com 20% reforço. Escolheria se você seria um Hunter, um assassino da família Zoldyck ou membro da baderneira “Trupe Fantasma”, e você poderia fazer todas essas escolhas no decorrer do jogo, como um bom RPG onde suas escolhas afetam a trama. Até mesmo um jogo de cartas dentro do jogo, tipo Gwent de “The Witcher” daria pra encaixar, com Greed Island! 

Hunter x Hunter já tem alguns jogos, inclusive um que é quase como um RPG mobile no oriente, mas a gente quer é um AAA para o nosso Switch! Shounen Jump, manda a CyberConnect, que fez o DBZ Kakarot fazer esse jogo pra ontem!

2 – Battle Royale de FATE

De todos apresentados aqui, talvez esse seja o jogo que mais faz sentido, porque FATE já é um Battle Royale!

FATE é sobre mágicos que invocam heróis do passado (inspirados em histórias reais, inclusive) que obviamente, agora têm super poderes mágicos (que é para o anime ter mais cara de anime) e todo mundo vai lutar com todo mundo, até restar um vencedor para ficar com o Santo Graal e realizar um desejo. Basicamente: Battle Royale.

Ele poderia ter um sistema inovador, em que você escolhe seu personagem, seu main, e quando todos os personagens do anime tiverem um jogador real lhe representando, a partida começa! Sinceramente, dá pra sonhar com algo como a série FATE sempre ganhando temporadas nova com jogos novos.

Seguindo em frente, muito além de ação, seria muito provavelmente jogo com maior classificação indicativa da lista, um: 

3 – Soulslike de Berserker

Berserker não é um Shounen, um anime/mangá voltado a garotos de 14/15 anos, não! É uma obra BEM PESADA, em que o protagonista Guts sofre de tudo quanto é jeito e aprende na marra a sobreviver nesse mundo onde nada e ninguém é exatamente confiável e simplesmente viver não é fácil.

Você não acha que esse peso do mangá seria perfeitamente retratado em um jogo de ação voltado à dificuldade e clima sombrio? Berserker tem já um jogo de ação, mas é estilo musou, algo mais frio e com mais peso na história agradaria muito mais os fãs.

Os fãs de Berserker dizem que a obra nunca ganhou uma animação digna do mangá, mas de repente um jogo? Isso quebraria essa idea de que jogo de anime é sempre um jogo adolescente. Seria um jogo de anime maduro, com questões mais pesadas, seria muito interessante para a indústria.

Falando em obras mais pesadas, mas saindo da ação:

4 – Jogo de Estratégia de Attack on Titan

Apesar dos jogos de Attack on Titan serem legais, o 2 inclusive já está no Switch, um jogo de estratégia, fugindo dos jogos de ação, casaria muito bem, afinal, Attack on Titan não é só sobre ação. Talvez um jogo estilo Tower Defense, meio RTS – estratégia em tempo real – , onde você administraria as tropas de exploração, cuidaria da defesa dos ataques de Titãs, e depois juntando uma certa quantidade de moeda do jogo pudesse mandar tropas mais fortes como os membros da tropa do Levi ou mesmo os Titãs racionais! 

Os eventos diversos da obra original dariam mais material para um jogo de estratégia do que de ação, haveria uma infinidade de missões totalmente diferentes umas das outras. Um anúncio de um jogo desse viria a calhar já que tivemos a estréia da última temporada ano passado.

Outro jogo mais voltado para a estratégia seria:

5 – RPG Tático de Code Geass

Code Geass é um anime não tão famoso, mas fica aqui a recomendação! Resumindo aqui abaixo vocês poderão ver que há muita semelhança com um jogo RPG tático, tipo Advance Wars/Fire Emblem:

Guerra, liderado por um fã adolescente de xadrez (jogos táticos costumam ser zoados de “jogo de xadrez pela sua movimentação) que além de ser um gênio (inteligência, estratégia) recebeu um poder mágico (skill de RPG). Sua luta vai ganhando cada vez mais adeptos (novos personagens jogáveis ao longo da gameplay, assim como Fire Emblem) enquanto a trama ganha reviravoltas mirabolantes (plot bem desenvolvido de RPG). Esse jogo provavelmente nunca existirá, mas, você pode ir ver esse super anime hoje mesmo!

Para encerrar a sessão de jogos de gêneros diversos, essa talvez seja a maior viagem da matéria, que é justamente sobre outra viagem:

6 – Jogo de plataforma de A Viagem de Chihiro

A Viagem de Chihiro é uma das mais famosas, se não A mais famosa animação do MARAVILHOSO Estúdio Ghibli! A Disney do Japão, mais ou menos. Este filme está no Netflix, e se você NÃO VIU, faz o seguinte, termina a matéria, compartilha e vai assistir! HOJE!

É uma obra maravilhosa, psicodélica também, que geraria um ESPLÊNDIDO jogo de plataforma mais contemplativo, estilo Gris, ou um puzzle plataforma como The Bridge, e até mesmo um jogo mais difícil mas usando muito bem as individualidades de cada cenário, como Celeste, com uma história emocionante sendo bem contada ao decorrer do jogo. A protagonista menininha carismática, os dois já tem em comum. Quem viu o filme sabe como tem cenários diferentes e maravilhosos durante todo o decorrer do longa que, na mão de um bom estúdio, seria palco para um jogo realmente excelente.

Parte 1 – Jogos de Luta

Pra iniciar a sessão de jogos de luta, o jogo que talvez seja o mais provável de acontecer:

7 – Naruto – Estilo FighterZ

A série “Naruto Storm” já adaptou a história da série muito mais que bem e se tornou um referencial de jogos de anime. Mas… falta um jogo voltado realmente para o competitivo! Um jogo que mesmo quem não goste de Naruto, mas gosta de jogos de luta, vai jogar! Assim como foi DragonBall FighterZ.

E eu não vejo outra empresa fazendo esse jogo se não a Arc System, desenvolvedora de FighterZ, e outros jogos de luta mega renomados. Várias mecânicas poderiam ser reaproveitadas, como o teletransporte, a barra de ki e o sistema “fácil de aprender, difícil de masterizar”. Muita gente já está pedindo esse jogo, e a série Naruto Storm encerrou, então seria esse o próximo passo do nosso querido Ninja?

8 – Fullmetal Alchemist  – Estilo Blazblue

Como é que Fullmetal Alchemist não tem pelo menos um grande jogo por geração?  É um dos animes mais amados e renomados da indústria! Ele é o #1 do MyAnimeList e de várias listas de melhor anime de todos os tempos.

A série tem uma coleção absurda de personagens bons, o que já sanaria o problema de elenco do jogo, e ele faz isso com mais ou menos 60 episódios, tomando a versão Brotherhood como base. Ele teria uns 35 personagens, assim como Blazblue Central Fiction. Que é outra série, mas agora de jogos de luta, amada e renomada.

Blazblue é talvez o jogo de luta que mais muda o funcionamento do Gameplay de um personagem para o outro, e isso encaixaria bem em Fullmetal, já que os alquimistas atacam de formas muito diferentes. Também como Blazblue, seria um jogo complexo, o que combina com Fullmetal que é um anime mais complexo que boa parte dos Battle Shounen. Fullmetal PRECISA de um jogo responsa para honrar, nos games, o legado da obra.

O próximo da lista é uma viagem que todo mundo já viajou e não poderia faltar nessa lista, mesmo burlando algumas regras:

9 – Digimon X Pokémon – Novo estilo “RPG Fighting”

Tudo bem, a gente sabe que essas séries não nasceram como anime ou mangá, mas seria um tributo a rivalidade da década de 90/2000. Sem dúvidas, esse jogo seria realizador de sonhos de muitos fãs!

E o mais legal é que ele poderia ser totalmente inovador! Com um sistema de Level Up, para você evoluir/digivolver durante a batalha, ou mesmo cada round ser com uma forma diferente, quem sabe. O problema é que esse jogo ia ser daqueles que mesmo que fosse uma porcaria, todo mundo ia comprar. Eu mesmo compraria só pelo embate Charizard X Greymon!

O último jogo talvez seria a realização de um sonho de muitos fãs. Não é novidade que Yuyu Hakusho não ganha um novo bom jogo há muito tempo. O anime tem personagens de sobra pra sair na porrada, e até hoje tem milhões de fãs. Mas, não é simplesmente de Yuyu Hakusho que estamos falando, e sim:

10 – Togashi Legacy: Yuyu Hakusho VS Hunter Hunter – Estilo Marvel X Capcom

Se você pegar os principais shounens dos últimos 20, 30 anos, o único criador que colocou 2 nomes nessa lista foi o Togashi, antigamente com Yuyu e atualmente (apesar do mangá estar parado e o anime também, por consequência) com Hunter x Hunter!

Essas duas obras geniais, cada qual no seu estilo, do mesmo autor, tinham que ser celebradas juntas em um jogo só! É um game que poderia passar FÁCIL de 50 personagens, e deveria ser um jogo TAG, ou seja, de dupla ou trio, assim como Marvel x Capcom.

Eu tenho CERTEZA que a comunidade Otako viraria de cabeça para baixo nas primeiras imagens do trailer de anúncio desse jogo. Só ali aparecendo o Gon x Yusuke, ou até mesmo o quarteto protagonista dos dois animes, seria uma loucura!

Esse jogo seria um que você, fã, se não tivesse ninguém online, ficaria jogando contra a CPU, combinando partidas épicas, Hisoka, Meruem e Pitou x Irmãos Toguro e Sensui, Kurápika e Kurama X Hiei e Killua, etc. Vamos até parar por aqui para não continuar torturando vocês, fãs do Togashi, com a possibilidade desse jogo.

Gostaram dos possíveis jogos citados? Que animes faltaram ou que tipo de jogos seriam ainda melhor para os animes citados? Comentem abaixo suas opiniões!