Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

안녕하세요 여러분! 

Como vocês estão ? Espero que bem!

David aqui novamente, seu entrevistador favorito, para mais uma super entrevista!

Hoje, tenho o prazer de entrevistar o Youtuber Léo Gadioli, criador do canal Nerd Nintendista! Falamos de assuntos diversos e acredito que vocês irão descobrir muitas muitas nuances dessa pessoa incrível que é o nosso querido Léo.

Project N – É um prazer tê-lo aqui com a gente. Faça as honras se apresentando para os nossos leitores.

Nerd Nintendista – Olá a todos! Me chamo Leonardo Gadioli, tenho 31 anos, tenho uma paixão imensa pelos jogos da Nintendo que deram origem ao meu canal no YouTube chamado Nerd Nintendista.

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

Project N – Gostaria de iniciar essa entrevista lhe parabenizando pelos 6k de inscritos no canal Nerd Nintendista. Como você se sente sobre essa conquista?

Nerd Nintendista – Obrigado pela Lembrança. Quando comecei o canal, há pouco menos de 2 anos atrás, não imaginei que ele passaria a ser tão importante para minha vida. Fico muito feliz a cada novo inscrito que acompanha o canal, essa conquista me incentiva a ir mais longe.

Project N – Você foi precursor na organização de eventos Geeks e com foco em Nintendo no Rio de janeiro. Poderia nos contar sobre esse fato?

Nerd Nintendista – Há dois anos atrás, estava acontecendo o Movimento Queremos Nintendo, organizado pelo Coelho no Japão e pelo Digplay, naquela época meu canal estava bem no comecinho, porém eu já organizava eventos Geeks no Rio de Janeiro, com atividades divertidas e videogame, então convidei o Diego do Digplay para organizar o evento comigo e ele topou, juntos nós reunimos a comunidade Nintendo principalmente aqui do Rio, a Banda do Zelda Day, o Canal Nerdice, do Bruxo do Canal Tríade Games que veio de São Paulo para ajudar, a galera do Street Pass e muitos outros, recebemos apoio de lojas de jogos que nos cederam brindes e disponibilizamos  nossos próprios videogames  e acessórios. O evento foi totalmente gratuito, contou com torneio de Smash Bros, Mario Kart e até Pokémon GO, além de um Nerd Quiz em equipes, todas as competições foram premiadas com jogos de Nintendo Switch e deixamos dois videogames com Televisão e 4 controles liberados para as crianças jogarem Mario Kart e Smash o dia todo, foi incrível.

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

Project N – Muitos de nós carregamos uma história de como nos “tornamos Nintendista”. Poderia compartilhar a sua história conosco?

Nerd Nintendista – Meu primeiro contato com videogames foi num Phatom System jogando Adventure Island 2 na casa de um amigo, eu tinha por volta de 7 anos e aquele jogo me marcou muito Durante a infância tive também um Master System que gostei demais e até um Polystation onde joguei muito Mario, porém a paixão da minha foi o Super Nintendo e o Game Boy Color, essa dupla me fez querer conhecer cada vez mais o Universo Nintendo e quando dei por mim já estava tão aficionado pelos jogos e pela história da companhia que nem vi o tempo passar, acho que os consoles e jogos da Nintendo fazem parte da minha história e me acompanharam basicamente por todas as fases da minha vida.

Project N – De todos os youtubers da esfera Nintendista, você é considerado por muitos como e de maior personalidade. Por que você acredita possuir esse título?

Nerd Nintendista – Bom, essa é uma questão um pouco polêmica. Acho que eu sou apaixonado demais pela empresa, como disse antes eu sou muito grato por todos os momentos que vive ao lado dos jogos, eu tenho uma paixão muito grande pela história do Miyamoto, do Sakurai, do Iwata, do Gunpei Yokoi… Acredito que em alguns momentos as pessoas falam muito mal da Nintendo por querer comparar demais a empresa com a Sony e Microsoft, nesses momentos eu geralmente tenho opiniões, eu não acho que a Nintendo precise se importar tantos com tecnologia de ponta, sabe? Eu acredito que ela precisa continuar fazendo jogos divertidos para todas as idades, então quando aparece alguém falando mal dos gráficos, ou comparando o Nintendo Switch com consoles de mesa de última geração, eu gosto de fazer vídeos de opinião, com a maior educação possível, desmistificando essas coisas, acredito que muitos se sentem representados com esse pensamento.

Project N – Léo, acredito que um dos motivos pelo qual os seus ranks de jogos sejam tão bem escritos e com uma rica pesquisa investigativa por trás, seja pelo fato de você ser um jornalista. Poderia nos falar um pouco sobre o seu processo de pesquisa?

Nerd Nintendista – Vivemos um momento onde a tecnologia avançada nos jogos muitas vezes são consideradas o fator predominante na escolha de um console ou na avaliação positiva de um jogo, eu como amante antigo de videogames enxergo os jogos como arte, cada geração e cada videogame ao longo da história dos jogos tem suas próprias características, nesse ponto é Importante entender que direção de arte é muito mais importante do que os gráfico em si. Jogos como Zelda Breath of The Wild, Gris, Abzu e Ni no Kuni são grandes exemplos disso. Quando monto minhas listas de top 30 jogos no canal eu uso como critério de avaliação principal a diversão e logo depois a experiência de imersão que a direção de arte me proporciona e isso inclui a trilha sonora também.

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

Hoje em dia muitos jogos incríveis não tem sua direção de arte e trilha sonora reconhecidas pelos usuários, infelizmente existe uma massa que associa gráficos bons com visual realista. Pensar dessa forma é como ouvir uma música com uma riqueza incrível de instrumentos e arranjos e achar que ela só começa quando o cantor começa a cantar, sempre que posso ressalto a importância de apreciar e reconhecer todos os elementos que compõem os jogos.

Project N – Quase que diariamente estamos sendo bombardeados com rumores sobre o “Nintendo Switch Pro”. O que você pensa sobre todos esses rumores ?

Nerd Nintendista – Os rumores sempre vão existir, mas acredito que temos que tomar cuidado com tantos rumores, para quem já tem o Nintendo Switch e uma boa experiência com os jogos da Nintendo esse rumores só aumentam a hype de receber novidades, mas por exemplo, quem espera um Nintendo Switch PRO para poder comprar o console, acaba deixando de aproveitar tudo de bom que ele já oferece. Acho que os rumores de Nintendo Direct também são prejudiciais em alguns casos, as pessoas lidam muito mal com isso, criam expectativas gigantes e quando a apresentação não entrega milhões de Zelda, Mario e Pokémon, elas se decepcionam com a expectativa que elas mesmo criaram. Então acho que os rumores devem ser consumidos com moderação.

Project N – É possível notar que existem subgrupos dentro da comunidade Nintendista que vez ou outra entram em conflito devido a pensamentos contrastantes. Esse ruído é algo que te incomoda? Como você lida com essa situação?

Nerd Nintendista – É inegável que esses conflitos aconteçam, e acho até que eles são normais. Eu demorei um tempo para entender que a comunidade é uma só, existe a galera que é mais raiz, que curte jogos da Nintendo desde pequenos e existe um pessoal que só começou a jogar nos consoles mais recentes, e isso independente da idade. O pensamento e os desejos desses dois grupos são claramente diferentes e tudo bem isso acontecer, eu só me incomodo mesmo quando vejo uma galera que se diz Nintendista falando mal da Nintendo por besteiras, já existe tanto hater da Nintendo no Brasil, é muito chato ver pessoas que gostam da marca influenciando negativamente a galera que tá conhecendo a Nintendo agora. Acho que devemos falar das qualidades e defeitos, mas principalmente na hora de falar do que está errado, é preciso ter bom senso, sem apelar para atitudes polêmicas, informações fora de contexto e fake news. Apesar de tudo, acho que a comunidade Nintendo é maravilhosa e melhora e cresce a cada dia.

Project N – Qual a sua franquia favorita e o que te fez virar fã dela?

Nerd Nintendista – Eu sou um grande fã de RPG’s japoneses, e amo franquias como Ogre Battle, Tales of e Xenoblade, contudo a paixão que tenho por The Legend of Zelda vai além da admiração que tenho por qualquer franquia de jogos. O primeiro Zelda que eu joguei foi o de NES, até então eu nunca tinha sentido a experiência de explorar um jogo e a função de save no cartucho também me deixou com a sensação de que aquele jogo era diferente. Ao longo da vida fui jogando os outros games da série, jogos como Ocarina of Time, Majora’s Mask e Twillight Princess viraram meu refúgio durante muito tempo. Toda a história por trás dos jogos, o capricho na gameplay e a trilha sonora marcante me faz ter um sentimento único, principalmente por pensar que essa é uma franquia que parece ter um pouquinho da alma dos seus desenvolvedores ali, eu consigo me imaginar explorando a mente do Miyamoto e do Aonuma a cada dungeon completada, é uma franquia simplesmente única, existem jogos de videogame e existe Zelda, simples assim.

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

Project N – Como surgiu a ideia do canal?

Nerd Nintendista – Em 2015 eu criei uma conta de e-mail chamada Nerd Nintendista, desde então eu tentava criar blogs sobre Nintendo, grupos no Facebook, e perfis nas redes sociais, mas nada foi muito para frente, até que eu comecei a cursar jornalismo na faculdade, ganhei um pouco de experiência com podcast e gravação de vídeo, precisava perder o medo da câmera, então pensei em criar o canal, sabia que para que desse certo precisava ser sobre algo que eu realmente amava, então decidi reativar a conta de e-mail e criei o Nerd Nintendista.

Project N – Pode nos contar um pouco sobre os planos que tem para o canal?

Nerd Nintendista – Eu gostaria de ter mais tempo para o Canal, atualmente eu trabalho e curso faculdade, além das tarefas da casa e vida de casado que requer atenção. Ainda assim eu tenho grandes projetos que ainda quero por em prática, como por exemplo levar Vlogs de eventos gamers do Brasil quando a pandemia acabar. Quero continuar fazendo listas de jogos dos consoles da Nintendo e levar conteúdo de todos os consoles e da história da Nintendo, afinal a Nintendo não é apenas Nintendo Switch e no Brasil muita gente ainda não tem condições de comprar o console e pretendo continuar com as lives de bate-papo aos sábados, me divirto muito com elas.

Project N – Algo que eu enquanto gamer aplaudo é a sua iniciativa ao apoio e inclusão das mulheres no cenário gamer. Durante muito tempo as mulheres não “tiveram voz e espaço”  no contexto de videogames em geral. O que lhe despertou para esse movimento?

Nerd Nintendista – Minha esposa me influenciou muito para saber mais sobre o feminismo, através de livros e palestras que assisti na internet comecei aos poucos a enxergar o quanto o mundo é machista e como isso também estava afetando a comunidade gamer, assistia muitas lives de bate-papo e canais no YouTube falando de Nintendo, mas poucos ou quase nenhum falava exclusivamente de Nintendo, contudo, no twitter eu conheci muitas meninas que gostam de Nintendo e que tem ótimos projetos, a partir disso me comprometi a sempre convidar mulheres para participar das lives no canal, acho que a representatividade é importante além de deixar todos os assuntos mais divertidos, porque representa como a comunidade Nintendo realmente é, com jogos para todos, não apenas para homens.

[Entrevista] Léo Gadioli o criador do canal Nerd Nintendista fala tudo sobre: Games, Feminismo, comunidade Nintendista e muito mais!

Project N – Léo, no último vídeo postado no seu canal, você veio a público informar que foi infectado com o vírus COVID-19. Desejamos que você se recupere logo e que volte a produzir seus vídeos de alta qualidade logo mais. Sendo uma pessoa pública, gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores sobre a situação mundial que estamos vivendo nesse momento?

Nerd Nintendista – Vivi alguns dias complicados, quando senti que estava tendo dificuldade para respirar e sentindo muito cansaço resolvi avisar a galera do canal que pararia com as lives. Muitos tratam a Covid como um “resfriadinho” mas eu perdi grandes amigos e familiares para a doença e não foi fácil. Há pouco tempo um amigo da faculdade que criou o primeiro avatar e logo do canal, que aprecem nos meus primeiros vídeos, infelizmente faleceu, ele tinha a mesma idade que eu e a Covid tirou ele de nós, então eu peço que as pessoas levem a sério as medidas de segurança e evitem ao máximo aglomeração, e se por acaso pegaram a doença, se cuidem, façam acompanhamento médico e façam isolamento social.

Project N – Onde o pessoal pode te encontrar para conhecer mais do seu trabalho e para entrar em contato com você?

Meu canal no YouTube vai estar sempre pronto para entregar vídeos divertidos para quem curte Nintendo, além disso eu converso muito com a galera na aba comunidade do canal e no twitter. Tento sempre responder os comentários dos vídeos e faço grandes amigos por lá.

Nós da redação recomendamos este vídeo para que todos possam conhecer o trabalho do nosso entrevistado Léo, espero que gostem, não deixem de se inscrever no canal Nerd Nintendista, e curtir as redes sociais do Portal Project N!

Melhores Beat´em up do Super Nintendo por Nerd Nintendista

[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

David Esquivel
Carioca cheio de energia que começa mil jogos ao mesmo tempo e depois se pergunta: como eu vim parar aqui nesse RPG? Instagram: @david.o.esquivel Twitter: @David_Holiver