Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
Deiland: Pocket Planet Edition - Cuidar de um planeta nunca foi tão relaxante

Deiland: Pocket Planet Edition – Cuidar de um planeta nunca foi tão relaxante

Se você sempre sonhou em administrar seu próprio planeta, Deiland te proporciona cuidar e gerenciar recursos de um planeta só seu!

Amanhã teremos o lançamento de Deiland: Pocket Planet Edition para o Nintendo Switch. Se trata de um jogo indie com belos visuais em que você será encarregado de cuidar de um pequeno planeta. Por lá você vai criar ferramentas, plantar diversas culturas e também irá lutar com inimigos extraterrestres. É um jogo bem simples, porém muito charmoso!

Deiland já está disponível em outras plataformas e inicialmente foi lançado em 2016. Chega agora em 2021 para o Nintendo Switch com conteúdo exclusivo após uma campanha de apoio coletivo no kickstarter.

Conhecendo Deiland

Você jogará como Arco, uma criança que é o único habitante de Deiland, o menor planeta do sistema. Em sua essência se trata de um RPG/Simulação de fazendas com elementos de ação, porém como complemento e de forma extremamente casual. Durante o tempo que você passará em seu planeta, você será abordado por extraterrestres e enfrentará batalhas para conseguir recursos e extinguir inimigos. Não espere um Rune Factory, são batalhas simples com único objetivo de angariar recursos deixados pelos inimigos.

Visual charmoso e encantador

O visual do jogo é um dos pontos fortes do jogo, e sem dúvidas o que mais me encantou. Deiland é cheio de cor e muito charmoso. O design artístico adotado é maravilhoso. No primeiro momento fiquei encantado em ter meu próprio planeta e com a possibilidade de criar e gerenciar os recursos do meu jeito. Porém, confesso que minhas expectativas não foram suprimidas. O jogo é muitas vezes monótono e apresenta uma progressão muito lenta e por muitas vezes tediosa. Por vezes você receberá visitas de NPCs que irão te apresentar um novo recurso ou te pedir missões, todas simples baseadas em colher recursos e craftar, basicamente.

Algumas missões exigem itens que apenas inimigos ou NPCs possuem, e não há como saber quando esses inimigos ou NPCs irão surgir. Fato que faz o jogo se desenrolar de forma devagar e imprevisível. A maior parte do tempo é gasto martelando pedras e derrubando árvores para criar itens e melhorar sua casa. A coleta de recursos, plantio e o craft do jogo é uma experiência agradável e bem relaxante, porém as tarefas se tornarão repetitivas após algumas poucas horas de jogo.

Conclusão

Se você curte jogos de fazenda, pode ser que você goste de Deiland. É um jogo incrivelmente relaxante, não há dificuldades no jogo, fazendo dele um jogo extremamente casual e indicado para todas as faixas etárias.

Tenha em mente que é um jogo simples e com objetivos fáceis. A maior dificuldade do jogo é lidar com a progressão demasiadamente lenta. As recompensas não parecem corresponder ao esforço feito, você sentirá que passou o dia todo martelando pedras e cortando madeira em troca de pouca coisa.

Deiland: Pocket Planet Edition chega para o Nintendo Switch amanhã (15 de Abril) custando U$19,99 na eShop dos EUA. Até o momento não há confirmação se o jogo chegará na eShop brasileira.

Trailer de anúncio do jogo
6.7 / 10 Nota Final
Prós
- Visuais chamativos e deslumbrantes
- Jogo casual relaxante
- Para todas as idades
- Mecânicas simples e de fácil aprendizado
Contras
- Progressão lenta
- Não possui português
- Um pouco caro se tratando de um jogo muito simples
- Poucos recursos de jogabilidade
Resumo
Se você sempre sonhou em administrar seu próprio planeta, Deiland te proporciona cuidar e gerenciar os recursos de um planeta só seu.
Design
Trilha Sonora
Diversão
Gameplay
Custo x Benefício

[Nota do Editor: Deiland: Pocket Planet Edition foi analisado a partir da sua versão para Nintendo Switch. A cópia do jogo foi gentilmente cedida pela EVOLVE PR para avaliação.]


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]