Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
NeoGeo Pocket Color Selection Vol. 1 - Nostalgia e Retro Games

NeoGeo Pocket Color Selection Vol. 1 – Nostalgia e Retro Games

Jogos divertidos, franquias amadas, renomadas e também boas pérolas que jogadores retro deviam conhecer!

Se eu perguntar “quem aí já teve um NeoGeo Pocket?” é provável que 99.9% vá dizer que nunca sequer viu um. O portátil preto e branco, que pretendia concorrer com o GameBoy, teve o azar de ser lançado em 1998, junto com o espetacularmente popular (e muito mais barato) GameBoy Color, então ele foi massacrado em vendas e já em 1999 a SNK lançou o NeoGeo Pocket Color, o que deu uma vidinha aí pra ele durar até 2001.

Com uma biblioteca de exclusivos BEM limitada, mas boa, a raridade retrô ganhou um novo fôlego no Switch com a SNK relançando jogos dele para o nosso Switch; mês a mês, ela lançava um jogo novo até que agora, decidiram fazer logo um Collection com 10 jogos, incluindo 4 ainda não lançados separadamente no Switch.

A coletânea tá muito boa, tanto no quesito extras e recursos/ferramentas da Collection em si, quanto no quesito dos jogos. Então, a gente decidiu trazer um compilado do que achamos de tudo sobre essa coleção pra vocês, fazendo uma análise completa, dividida em:

Parte 1 – A Collection

Vamos te contar tudo que tem na coleção, as ferramentas e opções e que extras e curiosidades que fazem valer a compra fora a qualidade dos jogos. A coleção já começa com a tela de seleção de jogos, que por sinal, conta com um menuzinho pra cada jogo, e é bem interessante, contendo os recursos:

  • Play: Para jogar.
  • Box: O grande destaque, abre um modelo 3D da mídia física original, mas assim, é PERFEITO, dá pra você dar zoom, ler classificação indicativa até e ele ainda pode ser aberto, mostrando como ficava o manual e a caixinha protetora, e abrindo a caixinha, um modelo 3D do cartucho mesmo. É muito bonito e caprichado, de encher olho de fã.
  • Manual do jogo: Com possibilidade de zoom, e possibilidade de screenshot, o que é ótimo pra você conferir o moveset dos personagens nos jogos de luta. Scan de ótima qualidade do original.
  • Linguagem: Inglês ou japonês, o que muda até a capa do jogo, e lá vai você ficar vendo a box japonesa no botão box hahaha
  • Visual: Podendo alternar entre colorido, recolor (que na real é idêntico) ou preto e branco, mas se você mudar pra preto e branco, ele encara como outro arquivo e o jogo é reiniciado.

Quando você abre o jogo, eles também tem um menu próprio que já é conhecido dos jogos de Neo Geo Pocket vendidos separadamente. Este menu contém as funções:

  • Reset: Como se fosse um desliga console e liga.
  • Controls: Onde você pode mudar a configuração de botões, escolhendo que botão do Switch vai simular que botão do console original. Isso é ótimo nos jogos de luta pois você pode escolher que botão será o soco e qual o chute, etc.
  • Display: Aqui você pode escolher o fundo que fica na tela do Switch já que o jogo vai ocupar só uma parte, optando por uma dentre 9 opções (8 cores do console Neo Geo Pocket ou sem nada além do jogo, tudo preto de resto) , além de dar zoom e escolher entre 2 filtros de tela.
  • Manual: É o mesmo da tela anterior de seleção de jogo.
  • Rewind: Para rebobinar uma ação recente, ideal para jogos como Metal Slug onde a morte tem limite para o Game Over.

Outro recurso interessante é que dá pra jogar de 2, ele simula 2 consoles conectado localmente, mas o real recurso interessante é que esse multiplayer local, se jogado em modo portátil, faz com que a tela se dividida e cada uma fique em um polo, assim, cada jogador usa um joycon como controle.

Parte 2 – Os Jogos

Passamos agora para um breve comentário e avaliação individual de cada um dos 10 jogos da coleção. Lembrando que os jogos de luta já comentamos todos individualmente em vídeos de análise ou impressões mensais, caso não queiram a coleção toda, mas se interessarem por um individualmente, chequem lá.

1 – Dark ARMS

Dark Arms é, basicamente, um Monster Hunter de tiro! É um action RPG onde você coleta monstros e busca por sementes, ao achar uma, você pode criar uma nova arma e dar os monstros que você coletou pra arma, fazendo ela se tornar de fogo, aquática, etc. Sim, é tão legal quanto a premissa parece haha e um plus, ele tem um modo versus de tela dividida onde dois jogadores usam as armas criadas na campanha para ver quem derrota o outro primeiro em 4 stages! Sensacional. Então ele recebe um A.

2 – Big Tournament Golf

Bom, é um jogo de golf. Você escolhe entre 6 personagens, cada qual de um país (inclusive tem um brasileiro haha) e compete por pontos. A jogabilidade dele é bem construída e é bem responsiva e o level design é criativo, mas ainda é ‘’só’’ um jogo de golfe, nada além disso. Então ele recebe um C.

3 – Metal Slug 1st Mission

Um jogo para os fãs da série dizer ‘’ah já zerou todos? e os do Neo Geo Pocket? Eu já!” O jogo tem um sistema de life interessante e traz a fórmula clássica, apesar de um pouquinho mais limitado, devido à limitação do seu hardware. Entretanto, mesmo sendo divertido como todo Metal Slug, o jogo NÃO roda bem, com quedas bruscas de frames tornando a experiência um pouco prejudicada. E por isso, ele recebe um B-.

4 – Metal Slug 2nd Mission

Já o segundo capítulo sim, traz, pra começar a opção de 2 personagens, embora ainda não tenha coop, e mesmo que também tenha suas quedas de fps, ao menos aqui são em trechos que não atrapalham tanto o gameplay. As fases são mais dinâmicas e o jogo é mais completo com mais modos e até uma “dex” de pessoas que você salvou, onde você pode ler quem é e tudo mais, é BEM legal. Então esse sim recebe um A.

Agora  entraremos nos jogos de luta, que, lembrando, TODOS podem ser jogados de 2.

5 – Fatal Fury First Contact

Apesar de ser o representante da renomada série, infelizmente é um dos mais limitados em termo de modo de jogo, opções etc, além disso, sua jogabilidade também fica atrás dos outros jogos dessa coleção, entretanto, ele é um dos mais bonitos entre os de luta. Então, infelizmente ele recebe um B-.

6 – SNK Gal’s Fighters

Aqui já temos um jogo mais diferente, que possui uso de itens e reúne divas da SNK. Em termos de conteúdo, já existe ao menos um modo training. Na jogabilidade, temos também um jogo mais fluído. Um bom jogo, recebe um B+.

7 – King of Fighter R-2

Um bom jogo de King of Fighter, reduzido mas com qualidade intacta, o jogo também investe em acessibilidade e disponibiliza não só 5 níveis de dificuldade como 2 modos arcade, um iniciante e um avançado, além dos tradicionais modos team ou single, existem também modos extras a serem desbloqueados após zerar, então tem uma boa progressão. Recebe aí um A-.

8 – The Last Blade – Beyond the Destiny

Além de um gameplay diferenciado, um sistema de combo mais aprimorado entre outras mecânicas como a de counter, Last Blade ainda tem modo história, survival, time attack e personagens e modos extras pra desbloquear. Além de ser uma série interessante pra se conhecer. Um dos melhores da coleção, leva um A+.

9 – Samurai Shodown! 2

Como a jogabilidade desses jogos são mais ou menos parecida por ser física de jogo portátil 8 bits, Samurai Shodown é talvez a série que mais ficou diferente do original, entretanto, o jogo apostou em trocar o botão de chute (o Neo Geo Pocket só tem 2 botões) por um de defesa e esquiva, trazendo a clássica relação de risco x recompensa da série. Mas ele tem poucos modos e seus gráficos não são tão bonitos quanto de outros jogos, então ele leva um B-.

E a grande pérola de NeoGeo Pocket Collection Volume 1:

10 – SNK vs. Capcom: The Match of the Millennium

Disparado o melhor jogo dessa coleção. Vários modos de jogo, muitos personagens pra escolher entre as séries, o melhor gráfico, a jogabilidade mais fluída, etc. Dá pra jogar single, dupla com a possibilidade de alternar integrantes, ou o team tradicional de KOF. Se você está lendo essa matéria e vai desanimar de comprar pelo preço da coleção (mesmo não sendo nada muito alto) ao menos pegue este aqui separadamente. Ganha seu tranquilo S.

Parte 3 – Veredito

Existem 3 nichos de jogadores que são verdadeiros amantes de seu mercado:

  • Jogos retrô
  • Portáteis
  • Fãs da SNK

Essa coleção, claro, é para esses 3 públicos, e se você se encaixa em dois desses 3 públicos, a aquisição começa a se fazer necessária. “NeoGeo Pocket Color Collection Vol.1” traz jogos divertidos, franquias amadas e renomadas, mas também traz umas boa pérolas que jogadores retrôs deviam conhecer.
Seus extras são interessantes, principalmente o modelo 3D da mídia física, e os jogos são todos ao menos ‘’bom’’. Entretanto, tenha em mente que é um emulador, os jogos rodam exatamente como eram (incluindo as quedas de frames).

Ainda assim, é uma coleção bem feita, com ideias incríveis como a tela dividida em polos opostos no modo portátil, que vai te divertir caso queira se aventurar nos 10 jogos, ou chame algum amigo retrogamer pra jogar com você, ele certamente vai achar irado a sua coleção de pérolas pocket da SNK.

  • Preço padrão: 40 dólares (217 reais) na eShop EUA. São 10 jogos, o que deixa cada um custando 4 dólares em vez dos 8 cobrados por cada jogo individualmente (metade do preço). Valor OK.
  • Dificuldade: Varia de jogo a jogo, mas como o recurso de rebobinar, mesmo o jogo mais difícil dá pra ser apreciado por novatos e curiosos.
NeoGeo Pocket Color Selection Vol. 1
7.8 / 10 Nota Final
Prós
- Tanto os recursos da coleção quanto os jogos são bons
Contras
- Jogos que originalmente tinham problemas de performance continuam tendo aqui
Resumo
Mesmo que para públicos específicos, vale muito a pena. Uma coleção bem feita, com ideias incríveis como a tela dividida em polos opostos no modo portátil, que vai te divertir caso queira se aventurar nos 10 jogos, ou chame algum amigo retrogamer pra jogar com você, ele certamente vai achar irado a sua coleção de pérolas pocket da SNK.
Design
Trilha Sonora
Diversão
Gameplay
Custo x Benefício

[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]