Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

A misteriosa história por trás da fita assombrada de Zelda Majora’s Mask #CoelhoMistérios

A misteriosa história por trás da fita assombrada de Zelda Majora's Mask #CoelhoMistérios

Existe um conto muito obscuro do nosso amado game The Legend of Zelda: Majora’s Mask. A história que vamos contar hoje no #CoelhoMistérios foi criada pelo escritor Alex Hall e é muito conhecida pelo público da Nintendo. Foi algo que aconteceu com Matt, um rapaz que passou a ser assombrado por causa do “Ben afogado”.

Vídeo Original de 16/03/2020

O jovem Matt estava passando por uma excelente fase de sua vida. Ele havia se mudado recentemente para o dormitório da faculdade em 2010. Ele levou com ele na mudança um Nintendo 64 para poder reviver os clássicos da sua infância.

Em um final de semana pacato, Matt decidiu explorar a vizinhança à procura de alguma vendinha para comprar mais jogos para jogar em seu tempo livre. Mas ele não sabia o que estava por vir. Quando ele retornava ao seu dormitório, ele passou por uma rua estranha. Pensou em virar e voltar, mas ele continuou seguindo. Então Matt se deparou com uma casa no fim da rua, que o deixou hipnotizado. Ele foi ate esta casa.. e encontrou um senhor cego. Este senhor tinha uma pequena vendinha de produtos usados.. e parecia estar esperando por alguém. Mas Matt não sabia dizer quem.

O senhor esboçou um largo sorriso e perguntou a Matt o que ele estava buscando. Matt disse espontaneamente, que estava procurando por jogos de 64 para comprar. Ele não esperava obter uma resposta para sua busca com este velho senhor, nem mesmo sabia ao certo se o senhor sequer conhecia o que era um Nintendo 64. Porém, para a surpresa de Matt, o senhor respondeu que tinha sim, e que iria buscar para ele.

Este senhor estava vendendo outros itens além de jogos, como vários objetos usados e algumas pinturas peculiares; obras de arte que pareciam borrões de tinta que psiquiatras mostram aos seus pacientes. O senhor voltou de dentro da casa com um cartucho de The Legend of Zelda Majora’s Mask e entregou a Matt, estranhamente sem pedir qualquer pagamento por ele. Ele disse – “Você pode ficar com o jogo de graça, porque a última pessoa que jogou ele já não mora mais aqui.”

Matt achou tudo aquilo estranho, mas ainda assim voltou para o dormitório para poder jogar novamente este jogo que ele curtia tanto na infância. O que parecia estranho logo se tornou a diversão de Matt. O cartucho funcionou, e todo o sentimento de esquisitice passou. Por pouco tempo…

Ao pressionar o botão Start, o jovem Matt se deparou com uma situação estranha: havia um outro jogo salvo. O nome do arquivo era “Ben”. “Só poderia ser o jogo salvo do último dono”, Matt pensou. O rapaz, no entanto, salvou um novo arquivo com o nome Link, nome do nosso amado protagonista.

Apesar do jogo estar funcionando como deveria, algo esquisito estava acontecendo. Quando algum personagem do jogo falava com Link, as legendas pareciam se misturar com o arquivo salvo do antigo dono… Hora os personagens de Clock Town o chamavam de Link.. e hora o chamavam de Ben. Isto parecia ser um bug deste cartucho velho de zelda Majoras Mask. entao achando isso tudo muito estranho e sem saber o que estava por vir, Matt decidiu apagar de vez o arquivo salvo pelo Ben. Ele achou que fazendo isso, os bugs estariam resolvidos. Ah, mal sabia Matt… 

No dia seguinte, Matt voltou a jogar o jogar jogo sem saber o que estava por vir. Será que ele teria feito diferente se ele soubesse? Isso nunca saberemos. Após algumas horas, Matt decidiu que ele iria aplicar um cheat no jogo, para poder ganhar mais tempo. 

Para quem não sabe, existe uma trapaca em Majoras Mask onde se voce for para o observatorio de clock town assim que ele estiver prestes a chegar a meia noite em ponto do último dia, você conversa com o astrônomo e olha através do telescópio. Se você acertar no tempo certo, a contagem regressiva desaparecerá e você terá mais um dia inteiro para terminar o que estava fazendo. 

Ele decidiu fazer este bug para tentar terminar o Templo de Snowhead antes de voltar tempo.  Conseguiu de primeira e como esperado, o contador de tempo na parte inferior da tela desapareceu. Porém, quando ele pressionou B para sair do telescópio, em vez de estar no observatório, Link se encontrava na sala final de luta contra a Majoras mask no final do jogo. Skull Kid sem mascara estava pairando acima de link. Mas não havia som, apenas ele flutuando no ar acima de Matt, e a música de fundo daquela arena, que eh bem assustadora.

Imediatamente as mãos de matt começaram a suar – isso definitivamente não era normal. O Skull Kid NUNCA apareceu ali. Ele tentei me mover pela arena, e não importava para onde fosse, o Skull Kid sempre se mantia de frente para ele, olhando sem dizer nada. Isso durou cerca de sessenta segundos. Matt pensou que o jogo tinha bugado ou algo assim – mas ele ja estava começando a duvidar muito disso.

Ele estava prestes a apertar o botão de reset quando um texto apareceu na tela dizendo: “Você não tem certeza do motivo, mas aparentemente tinha uma reserva …”  – Esta eh uma mensagem comum no jogo, que o jogador normalmente recebe no hotel de clock town, mas por que ela estava aparecendo aqui?

O que isso poderia significar? A mensagem nitidamente estava fora de contexto. Então, outra mensagem apareceu na tela perguntando se Link gostaria de ir até o chefe do templo. Mas somente a opção “sim” estava funcionando.

Quando ele selecionou, a tela ficou branca e a mensagem “O amanhecer de um novo dia” apareceu na tela. Matt estava com medo e não sabia como reagir a toda a situação. Mas Apesar disso, ele optou por continuar. Ele sabia que aquele não era o jogo que havia jogado tanto na sua infância, tudo estava muito mudado! A tela branca deu lugar a Clock Town como normalmente.. Mas desta vez ela estava esquisita. Completamente deserta nao havia nenhum npc pelas ruas, e as texturas estavam tortas, deslocadas. O mais assustador, era que estava tocando na musica de fundo a Song of Healing, de majoras mask, soh que tocada ao contrário. 

De tempos em tempos, Matt ouvia o leve riso do Vendedor de Máscaras ao fundo, baixo o suficiente para ele não ter certeza se estava ouvindo coisas, mas alto o suficiente para o manter determinado a encontrá-lo. Matt estava determinado a continuar jogando e saber o que iria acontecer a seguir. Toda vez que ele tentava sair da cidade, uma tela preta aparecia e mandava Link de volta ao local de início. Então ele teve uma ideia um tanto macabra, apesar de toda a situação já parecer macabra o suficiente. E se ele jogasse o Link no lago da cidade para que ele se afogasse? Isso deveria trazer a tela de game over… Uma ideia inusitada, não acham?

Foi o que ele tentou fazer. Porém, ao tentar chegar no lago, foi quando aconteceu! Link agarrou sua própria cabeça e a tela piscou por um breve momento do Vendedor de máscaras sorrindo para o jogador – não para Link – para o jogador.. Com o grito de Skull Kid tocando no fundo… E quando a tela retornou, Link estava olhando para aquela estátua sem expressão de si próprio. De quando voce toca a musica Elegy of Emptiness no jogo.

Matt gritou quando a coisa o encarou com aquela expressão facial assustadora. Ele se virou, correu para voltar a South Clock Town, e, para seu horror, a estátua estava o seguindo por todo lugar. Sempre parada em algum lugar, o encarando. De vez em quando, a intervalos aleatórios, a animação tocava da estátua aparecendo atrás dele. Era como se a coisa estivesse me perseguindo, ou – eu nem quero dizer isso mas… o assombrando.

Nos dias seguintes, o Majora’s Mask não era apenas o jogo que Matt havia jogado. O jogo estava totalmente diabólico, tudo havia mudado. Estátuas, risadas! Era demais para a cabeça de Matt, mas ele ainda estava motivado a continuar sua jornada. Em uma das fugas da estátua, Matt fez com que Link se afogasse até a morte. Julgando ter encerrado o pesadelo, a tela de Start do jogo apareceu de forma imponente. Matt nunca ficou tão aliviado em ver a máscara de Majora aparecendo na tela. Mas agora, existia outro arquivo salvo na lista: “Ben Afogado”. Estaria o antigo dono do jogo tentando se comunicar com Matt? Sim, parece que era ele mesmo!

Pois quando matt finalmente parou de jogar o jogo, percebeu que seu email havia sido bombardeado por mensagens estranhas de um tal de Ben. Entoa ele ficou desesperado e tentou descobrir quem era esta pessoa. Ele foi atras do senhor cego que deu o jogo para ele Porem.. o senhor já não morava mais lá. Correndo pela vizinhança, matt ate conseguiu alguns relatos do tal “Ben”.

Alguns vizinhos relataram que ele havia sofrido um acidente e que não conseguiu sobreviver. A causa do acidente do Ben também nunca foi descoberta. Estaria o espirito de Ben assombrando Matt por ter jogado seu jogo? Fica a dúvida, meus amigos. O que sabemos eh que Matt queimou esta fita e nunca mais tocou no assunto com ninguém.


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]