Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
Grindstone - Estilo casual, mas recheado de desafios

Grindstone – Estilo casual, mas recheado de desafios

Encare desafios para subir ao cume da montanha e adquirir "preciosidades" para tirar férias com a patroa e as crianças.

Grindstone tem a fórmula já conhecida de games mobile como Candy Crush, por exemplo, simples, viciante e pode ser jogado em momentos para passar o tempo. É o tipo de game que é ideal pra ser jogado a qualquer momento em qualquer lugar.

Com lançamento inicial fazendo muito sucesso no Apple Arcade, a Capybara Games desta vez vem com tudo e chega surpreendendo no pequeno notável da Nintendo, o Switch.

O game está disponível com as legendas em PT-BR

Grindstone - Estilo casual, mas recheado de desafios

Jorj é um bárbaro que tem o simples desejo de tirar férias com sua família, porém falta dinheiro para isso. Com o objetivo de adquirir uma graninha extra, decide subir a montanha a procura das joias valiosas, as famigeradas Grindstones, reza a lenda que há um mega tesouro no pico da montanha. A aventura não será nada fácil, Jorj enfrentará no caminho hordas de pequenas criaturinhas chamadas de Grudentos que parecem ser fofos e indefesos, mas que escondem ataques traiçoeiros debaixo das mangas…

Viciante e gratificante ao mesmo tempo

Grindstone - Estilo casual, mas recheado de desafios

O que chama a atenção em Grindstone é sua mecânica simplória, porém incrível, e também a criatividade dos desenvolvedores na progressão das dificuldades nos desafios das fases, e esse aumento de dificuldade progressiva nos faz pensar muito a frente dos nossos atos em cada turno, nos fazendo programar uma jogada pensando nas próximas. A mecânica de combos no início é bem intuitiva, mas ao passar das fases nos fazem pensar não com intuição, mas sim com lógica.

Nossos “queridos” Grudentos ficam mais fortes ao passar dos turnos, por esse pequeno motivo que para se sair bem nas aventuras de Grindstone é necessário bolar estratégias usando os combos para concluir as fases o mais rápido possível, pois ao longo dos mapas que passamos começam a surgir monstros únicos, Grudentos que são mais poderosos e resistentes e só podem ser derrotados com um chain (combo maior). Então o conselho que dou é: COMBEM ATÉ O AMANHÃ!

Os mapas tem o mesmo objetivo na maiorias das vezes, derrotar o número máximo de Grudentos que a fase pede, mas aí que vem a parte legal, não é obrigatório sair do estágio, podemos continuar para obter recompensas extras, porém quanto mais tempo ficamos no mapa, os monstros se tornam mais fortes. Da uma sensação de desafio muito bacana, mas há riscos de perdermos, e todas as recompensas irem pro beleléu.

No INN (Hotel) do game, você ficará fortão

Grindstone - Estilo casual, mas recheado de desafios

Não pensem que estamos desprotegidos nessa jornada, em Grindstone temos um sistema de criação de itens, podemos equipar Jorj com diversos itens, para dar uma equilibrada nas coisas e não deixarmos nosso querido herói desprotegido. Os materiais e recursos que adquirimos ao longo da nossa aventura são usados para criação dos itens, que são de extrema importância para avançar nas fases, pois a complexidade e dificuldade do game vai aumentando em um nível estratosférico. Esse game além de mexer com nossa mente com as estratégias das fases, nos força a saber usar os recursos com sabedoria para conseguir avançar.

É fofo e violento, mas é cartoon e tecnicamente funciona muito bem, obrigado

Grindstone - Estilo casual, mas recheado de desafios

Uma coisa que chama atenção em Grindstone são suas cores que trazem um pouco de leveza ao eliminar os Gosmentos, mesmo sendo um jogo com uma violência presente, não transparece um ar sombrio para os players, mas sim bem engraçado. Além disso um fator que não da pra ignorar são as expressões dos personagens, são tão engraçadas e traz um sentimento de satisfação. A arte do jogo está incrível e é digna de aplausos.

O jogo está completamente em Português do Brasil, com um texto bem divertido e com humor ácido. Grindstone tem um conteúdo bem amplo: São mais de 250 fases, muitas side quests e uma variada quantidade de itens, mas também não posso deixar de citar, que muitas fases soam repetitivas. Tem também o grind diário que oferece desafios diferentes a cada dia com objetivos específicos e leaderboards. O game primeiramente foi lançado pra iOS, mas com a versão de Switch, os desenvolvedores tiveram cuidado em mudar a interface do Game mudando a interface pra Horizontal, e a versão original é focada em Vertical, sem contar que o game não tem problemas de desempenho. Isso já é motivo para colocar esse game em um patamar de melhores jogos índies.

ME RECOMENDA?

Sem sobra de duvidas, ainda mais se você é do tipo que gosta de partidas rápidas em momentos na correria do dia a dia, Grindstone é uma companhia e tanto para passar o tempo. Com jogabilidade fluida, divertida e que faz você pensar nas próximas ações pra se dar bem, merece toda atenção possível.

Grindstone
9 / 10 Nota Final
Prós
- Gameplay viciante e fluída
- Tem uma dificuldade progressiva
- Modo Portátil se encaixa bem pra este estilo de game
- Embora pareça fofo a primeira vista, é repleto de violência cartoon
- Humor ácido presente nas falas e em elementos da gameplay
Contras
- A trilha sonora é boa, porém falta essência
- A inteligência artificial randômica dos inimigos da sequência, podem ser cruéis
- As fases soam repetitivas
Resumo
Grindstone tem como inspiração games bem conhecidos no estilo "casual", mas apresenta muitas mecânicas diferenciadas. É um game que claramente não é para amadores ou jogadores que acham que por ser aparentemente simples, não possa representar desafios. Estão enganados, lamento informar, pois Grindstone nos força a usar a mente, pensar no próximo movimento para se dar bem e sair ileso pela porta da felicidade no final.
Design
Trilha Sonora
Diversão
Gameplay
Custo x Benefício

[Nota do Editor: Grindstone foi analisado a partir da sua versão para Nintendo Switch. A cópia do jogo foi gentilmente cedida pela Nintendo]


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Rafael Escobar
Além de amar cafés, sou apaixonado por games desde 1980, época de ouro! Amor incondicional por Pixel Arts, Índies e Games Excêntricos!!!! F.C : SW-3494-9190-7812