Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
The Best of... Nintendo na E3 (Parte 1)

The Best of… Nintendo na E3 (Parte 1)

É curioso pensar que na ultima vez que houve a E3, no longínquo ano de 2019, mais conhecido como o último ano sem pandemia, que demoraríamos tanto para ter mais uma edição da maior feira de games do mundo e também, o maior centro de anúncios de games que há.

A E3 reúne tamanha audiência que as principais empresas de jogos preparam e arquitetam seus segredos gamísticos para poder soltar no evento e receber toda a emoção pelo anúncio feito, toda a ansiedade que a partir daquele momento será criada. Que saudade de uma E3 que deixa os fios da nuca arrepiados quando uma surpresa absolutamente surpresa (perdão a redundância, mas em tempos de rumor a cada 5 minutos, a surpresa perdeu o sentido não é?!) acontece e nos faz emocionar e aguardar pelo lançamento.

E quem melhor do que ninguém do que a empresa que arrebata nosso coração e nos estremece de raiva pelo silêncio (cadê o Zelda 35 anos???????), mas que faz as melhores apresentações? Então vambora relembrar os melhores momentos, os momentos marcantes, fofoletes, estupendos e aumentar mais ainda o hype do que 2021 nos aguarda. Confira abaixo!

ANÚNCIO DE TWILIGHT PRINCESS

Olha amigo(a) leitor(a), já adianto que você vai ver muito sobre The Legend of Zelda por aqui, mas não tenho culpa se além do jogo ser incrível, ele também ser dono de memoráveis apresentações. E nada melhor que começarmos do que relembrando a apresentação de 2004, onde vimos pela primeira vez o trailer de The Legend of Zelda: Twilight Princess. O jogo já carregava um peso por mostrar um novo Link Adulto, desejo de muitos fãs da época e também ansiedade por ver algo que pudesse se assemelhar a Ocarina of Time, mas com os gráficos turbinados do novo console o Game Cube. E de repente surge, com aquela trilha magnifica, cenas de ação, batalha, duelos e Miyamoto… opa, Miyamoto? SIIIM. O lendário desenvolvedor surge logo após o trailer, empunhando a Master Sword e um Hylian Shield de maneira que os fãs não se aguentaram… Euforia plena e uma grande E3 feita.

ANÚNCIO DE BREATH OF THE WILD

Vamos dar continuidade as apresentações épicas ocasionadas por Zelda e mostrar o fenômeno que The Legend of Zelda: Breath of The Wild foi, já durante o anuncio do seu trailer. Há de se relembrar, que o game passou por 5 anos de desenvolvimento, com novas ideias surgindo, adiamentos, incertezas e fãs ávidos e ansiosos por cada vez mais novidade daquele que seria o primeiro jogo de mundo aberto da franquia. E de repente, na E3 de 2017, surge então o trailer colossal que causou toda comoção que pode ser vista no vídeo acima. O trailer é uma senhora aula de como se de fato faz um trailer, como se chama atenção, como anuncia de fato o produto. A Nintendo gabaritou essa prova e concluiu com louvor ao lançar um jogo magnifico.

ÚLTIMOS MOMENTOS E3 2019

A E3 de 2019 da Nintendo era vista como boa expectativa pelo publico e imprensa, afinal, veríamos pela primeira vez o novo presidente da Nintendo of America, Doug Bowser, que foi apresentado logo após um trocadilho com o famoso vilão da série Mário, e que vinha a substituir o lendário ex-diretor Reegie Fills-Aimé.

Após uma serie de exibições e anúncios, quando já se caminhava para o fim, surge de repente um trailer com Donkey Kong e Diddie Kong em uma cena idêntica quando King K. Rool foi anunciado em Super Smash Bros Ultimate. Mas o que será tal cena? O que será que esta acontecendo? Quando de repente… uma peça de quebra-cabeça surge na cena. De repente você pensa, será? Será mesmo? E depois a confirmação, Banjoo e Kazooie voltaram! Bem, não é bem uma volta, mas algo que alegrou o coração de todos os Nintendistas. Banjoo e Kazooie, personagens principais dos jogos históricos do Nintendo 64, Banjoo Kazooie e Banjoo-Tooie, não são parte de domínio da Nintendo, pertencentes a Rare Studios, cuja dona é a Microsoft, e com isso uma aparição em algo relacionado a Nintendo era muitíssimo pouco provável.

E de repente, mesmo que fossem apenas para se tornarem personagens jogáveis em Smash Bros, a alegria de todos era que o bom filho a casa volta. E ai, quando se imaginava que tinha chegado ao fim, que a emoção da E3 ficaria por ali… surge um trailer de algo que ninguém esperava, algo que ninguém imaginava. E no calar da noite, a Nintendo anuncia uma sequência de Breath Of the Wild que jamais alguém imaginava aquela altura. Porque tão surpreendente? Bem, a Nintendo não costuma produzir sequências diretas de séries e imaginar que uma sequência foi anunciada em tão pouco tempo (o jogo fora lançado em 2017 e o anúncio em 2019) é algo que deixa o fã entusiasmado e curioso. O que vem por aí? O que a Nintendo está tramando? E ali surgiu a ansiedade maior para a E3 desse ano. Se vamos ter ou não? não sabemos, se vamos ver algo nessa.

O NASCIMENTO DO MAIOR DE TODOS OS TEMPO, NINTENDO DS

Talvez o titulo do artigo já seja combatido com um tremendo: “VOCÊ TA LOUCO?!”, mas a questão do maior de todos é inegável quando se é referido ao numero de vendas. O Nintendo DS é o console mais vendido da empresa japonesa, atingindo um numero de pouco mais de 157 milhões, uma diferença de quase 40 milhões para o segundo, o Game Boy (a lista completa você pode conferir aqui). Mas não apenas por isso, não apenas pela sua relevância posterior ao anúncio, mas o momento em que fomos apresentados ao Nintendo DS foi sim um marco.

Isso porque naquela época o console trouxe diversas inovações e um poderio tecnológico muito acima do seu antecessor, o Game Boy Advance. O impacto ao mostrar um vídeo de Metroid rodando no console de apenas 275 gramas, de maneira fluida, naquela tela de 3 polegadas, elevaram o cosmo dos participantes que esbravejaram com tamanha incredulidade o que estava acontecendo. Como poderia aquilo? Naquela tela pequena? A nintendo mais uma vez inovou brilhantemente e os números de venda do console não foram a toa…

DONKEY KONG : O RETORNO

Você pode ate não gostar, mas certamente sabe que Donkey Kong possui um lugar especial quando o assunto é videogame. Um dos jogos mais famosos da década de 80 e 90, passou anos sem ter um jogo marcante, um jogo que os fãs da série pudessem se orgulhar. Quando aparentemente o jogo seguiria uma linha que não agradava aos fãs… A Nintendo surpreende e lança Donkey Kong Country returns. Era o retorno a fórmula que tornou a série no Super Nintendo inesquecível. Vimos ali um retorno as origens, um mix de sentimentos nostálgicos e gratificação de ver algo novo, remodelado, gráficos belíssimos, trilha remixidada, um jogo que dava vontade de jogar, de tentar e se não gostasse… Ah não tem como. O jogo foi um deleite aos fãs da série que tanto desejavam que o jogo pudesse ter a atenção devida, o carinho devido. E ele teve..

Acha que acabou? Ah! Tem muito mais por vir aí. Muita coisa pra se lembrar. Se liga que a parte 2 vai sair em breve pra aquecer bem esse coração para E3.


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]