Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
A calamidade foi necessária?

A calamidade foi necessária?

Foi um jogo feito para os fãs? Foi para dar continuidade a história de Breath of the Wild? Ou simplesmente foi um jogo criado para ter mais do mesmo?
Foi um jogo feito para os fãs? Foi para dar continuidade a história de Breath of the Wild? Ou simplesmente foi um jogo criado para ter mais do mesmo?

O jogo Hyrule Warriors: Age of Calamity (Switch) possui o incrível design de The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Switch), mas entrega uma história um pouco confusa e que aparentemente foi criada só para “entrar no orçamento”. Sou suspeito tratando-se dessa franquia, mas não devemos ficar sempre satisfeitos com tudo que a empresa produz. Muito menos enaltecer ao extremo ou fazer vista grossa para os seus erros.

A calamidade foi necessária?
Hyrule Warriors: Age of Calamity

O Age of Calamity, entrega ótimo design e uma jogabilidade incrível dos personagens. Assim que lançou Btow, fiquei muito curioso em saber como seria jogar com os Campeões; o jogo entrega isso de uma excelente forma com ataques especiais de formas deslumbrantes. A Nintendo, nesse ponto acertou em cheio quando possibilitou a jogabilidade desses personagens que não poderiam ser desperdiçados. São personagens carismáticos, onde sei que assim como eu, um número enorme de fãs ficou curioso para saber como seria jogar com esses personagens.

A calamidade foi necessária?
Campeões (esquerda de cima para baixo: Darunia e Mipha & direita de cima para baixo: Urbosa e Rivali)

A história tem uma linha do tempo bem definida, mas quem jogou tem a sensação de que aquilo não estava no enredo inicial. Isso porque o vilão principal (Astor) da trama nunca havia sido revelado, no futuro de Hyrule em Btow. Além disso, existe o robô (Terrako), que acompanha Link e Zelda durante o jogo, que nunca foi citado da mesma forma que o vilão. Ignorando esses dois pontos há como fazer um encaixe na história de forma forçada, porque ambos possuem papéis importantes na história do jogo. Em resumo, para jogadores iniciantes que não sabem das viagens no tempo de The Legend of Zelda, o enredo pode tornar-se uma incógnita. Por outro lado, para os fãs que já conhecem o desenrolar da história, compreenderão. Embora necessite de uma breve compreensão de viagem temporal, segundo a ciência, para teorizar porque esses personagens não apareceram anteriormente.

A calamidade foi necessária?
Astor – Vilão do Jogo

O jogo também entrega uma ótima experiência cooperativa, mas recomendo cada pessoa com um controle (Controle Pro, 8Bitdo ou Joy-Con [juntos]). Porque cada um com Joy-Con, algumas ações ficam limitadas e isso diminui a experiência dos jogadores.

O jogo possui a capacidade de encantar qualquer jogador e transformar os iniciantes em futuros fãs. Porque é um jogo leve e sem muitas quests (pelo fato de não está numa língua nativa, afasta muitos jogadores). É um jogo objetivo e divertido que foi criado para quem é fã, além de ser uma incrível recepção para novos jogadores.

E você, o que achou do jogo Hyrule Warriors Age of Calamity? Comente!!

Agora é sua vez, prepare-se para derrotar os monstros que assolam as terras de Hyrule!!!


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]