Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

Você sabia que no início três arquivos de salvamento eram planejados? Ou que os tipos de Pokémon só foram criados na metade do desenvolvimento dos primeiros jogos? Veja essa e outras curiosidades do desenvolvimento de Pokémon.
Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

Pokémon completa hoje, 27 de Fevereiro, 25 anos de existência e de sucesso. Uma franquia gigante, conhecida no mundo todo, que começou com uma pequena equipe de desenvolvimento de games criando um jogo de colecionar monstrinhos e batalhar com eles. Anuciado em 1995 e lançado em 27 de Fevereiro de 1996 no Japão, Pokémon Red & Green foram um sucesso estrondoso desde o começo.

Mas, como bem sabemos, o produto final que nós amamos e ainda adoramos por esses 25 anos passou por muitos ajustes antes de chegar às nossas mãos, muitas ideias jogadas fora, adaptadas ou guardadas para futuros jogos da franquia, monstrinhos cortados, mecânicas foram retiradas, ou coisas novas incluídas tornaram Pokémon no símbolo do gênero. E para comemoras os 25 anos da franquia, listaremos aqui 25 curiosidades do desenvolvimento dos jogos de Pikachu e sua turma!

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

1 – Vários arquivos de salvamento eram planejados

Em uma entrevista para a revista Nintendo Online Magazine em Julho de 2000, Ken Sugimori, ilustrador original das artes oficiais dos 151 primeiros Pokémon e de diversos jogos, filmes e cartas da franquia, afirmou que três arquivos de salvamento estavam planejados para os primeiros jogos de Pokémon.

No entanto durante o desenvolvimento e devido ao espaço limitado que o cartucho de Game Boy tinha na época, os desenvolvedores ficaram em um empasse entre ter mais arquivos de salvamento ou deixar o jogador dar apelido a todos os seus Pokémon. O último foi escolhido, e por isso na época você poderia chamar seu Pikachu de Fofo, mas não ter mais de um jogo salvo. O jogo continuou não tendo mais arquivos de salvamento em outros títulos da franquia, provavelmente por tradição.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

2 – Tipos só foram incluídos na metade do desenvolvimento

Isso mesmo! Até a metade do desenvolvimento dos jogos Pokémon Red & Green, os Pokémon não tinham a mecânica que mais os diferencia e mecaniza o meta das batalhas: os tipos. Eles só foram incluídos na metade do desenvolvimento o que fez com que certos Pokémon tivessem que ser redesenhados para se alinharem a seu tipo escolhido.

Venusaur ganhou suas plantas e flores nas costas após essa mecânica implementada, bem como o icônico fogo na cauda de Charmander só foi adicionado depois disso. Outros Pokémon também foram criado especificamente após esse momento para representarem o tipo em que se encaixaram, como é o caso do mascote Pikachu. Pois é! Pikachu só foi criado na metade do desenvolvimento do jogo, como um Pokémon que representaria o tipo elétrico (saiba mais sobre a história do ratinho elétrico mais famoso do mundo pop nesta matéria: Pikachu: Anatomia do Sucesso).

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

3 – Mew foi incluído como um Easter Egg

Quando o desenvolvimento dos jogos foi finalizado, o programador Shigeki Morimoto viu que havia certo espaço disponível no cartucho então ele secretamente incluiu o Pokémon Mew, sua criação, no jogo. A princípio, ele pensou: ‘Se ninguém encontrar, o Mew será apenas para nós, desenvolvedores, desfrutarmos’. Mas o secreto Mew acabou chamando muita atenção como o 151º Pokémon, para grande surpresa do programador e de todo o time.

Os desenvolvedores acreditavam que os jogadores nunca descobririam sobre a existência de Mew dentro do jogo, mas o rumor eventualmente se espalhou e o hype em torno do misterioso 151º Pokémon reacendeu as vendas e foi um dos itens que ajudou Pokémon a se tornar o sucesso que é hoje. Por conta de todo essa história, Morimoto sempre afirma que Mew é seu Pokémon favorito.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

4 – Foram criados mais de 300 Pokémon para os primeiros jogos

Como sabemos, muitos monstrinhos se perdem na “seleção” dos personagens a serem incluídos nos jogos da franquia, e isso era ainda mais perceptível antigamente com o tamanho limitado dos cartuchos. Em uma entrevista Ken Sugimori afirmou que foram criadas cerca de 300 criaturas no desenvolvimento de Pokémon Red & Green, algumas foram transportadas para a sequência Pokémon Gold & Silver, mas algumas foram simplesmente cortadas (ou adaptadas).

Temos aqui no Project N duas matérias produzidas falando especificamente dos monstrinhos cortados das primeiras gerações de Pokémon, se você está afim de saber mais sobre esse detalhe interessante da história da franquia clique aqui: Parte 1 e Parte 2 (tem também um teste divertido para você saber qual deles você é! Clique aqui).

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

5 – Pikachu foi o primeiro Pokémon “raro”

Pikachu foi criado para exemplificar seu tipo, como você leu acima e, caso você tenha lido a matéria exclusiva dele, já sabe que ele foi criado por Atsudo Nishida como uma tentativa da Game Freak de não só criar monstros, dinossauros ou criaturas e fazer também bichinhos fofos (ela também desenhou Charmander, Bulbasaur e Squirtle).

Koji Nishino era responsável pelo planejamento dos primeiros jogos e confirmou, em uma entrevista ao jornal japonês Yomiuri em 2018, que ele também era o “supervisos de fofura” dos Pokémon. Nishino ficou tão apaixonado por Pikachu que decidiu fazê-lo difícil de ser achado, por isso ele o “escondeu” na Floresta de Viridian com uma taxa de encontro de apenas 5%, tornando Pikachu o primeiro Pokémon “raro” da jornada no game.

Claro que isso virou em favor do ratinho elétrico, e todos quiseram ter o Pokémon que era difícil de encontrar, e muito fofo, logo no começo do jogo. Assim começou a fama do roedor amarelo, que até o fez se tornar o mascote principal da franquia.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

6 – Sprites do jogo eram criados antes da arte oficial

Ken Sugimori foi o diretor de arte oficial das ilustrações originais dos 151 Pokémon da primeira geração, mas ele não os criou do zero. Originalmente, os sprites do jogo eram criados primeiro e depois se adaptava para uma arte desenhada oficial, conforme afirmado para um entrevista que aconteceu no evento “EVs+cafe” de 2018 no Japão.

“Claro, naquela época estávamos criando Pokémon pela primeira vez. Havia alguns Pokémon que criamos sem nem mesmo considerar o tamanho deles. Mais tarde, quando aqueles Pokémon apareciam no anime, houve momentos em que pensamos ‘Uau, isso é maior do que eu imaginava!’ Havia alguma diferença entre o que criamos e o que acabou dando frutos. Então, gradualmente fizemos ajustes”, confirma o diretor de arte “[E] agora [em 2018] nós fazemos a arte primeiro e aí então a arte é usada como base para os designers 3D”.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

7 – Rhydon é considerado o primeiro Pokémon criado

Nem Mew, nem Arceus, muito menos Bulbasaur. Rhydon é que leva a fama de ser considerado o primeiro Pokémon criado. Sem uma confirmação concreta muito indícios apontam para tal. Em uma entrevista para a Nintendo Online Magazine em 2000, Ken Sugimori afirma que Rhydon, Lapras e Clefairy estão entre os primeiros Pokémon criados, já que inicialmente se imaginam eles interagindo com o mundo e os humanos, ajudando no carregamento de itens, transporte ou animais de estimação.

Rhydon ainda aparece em ilustrações que datam do início do conceito do jogo de Pokémon e também é o monstrinho representado em estátuas pelo jogo, bem como o Pokémon com o menor número “index” na programação do game, deixando-o assim como o provável primeiro de todos.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

8 – Cyndaquil provavelmente não era do tipo fogo

E nem era para ser inicial! Isso mesmo. Planejado no meio do desenvolvimento de Pokémon Gold & Silver, o simpático Cyndaquil tinha um design beta bastante diferente do Pokémon de fogo que conhecemos atualmente. Ele não era um dos iniciais e provavelmente não era nem do tipo fogo, a analisar pelos espinhos em suas costas e sua paleta de cores. Mas alterações ocorrem durante o desenvolvimento e formaram o Pokémon tão querido dos fãs da segunda geração.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

9 – A maioria de nós nunca jogou Pokémon com os spirtes originais

Se você é uma criança dos anos 90 e gastou muito as teclas do seu Game Boy clicando no B sem parar para um Pokémon ficar na Pokébola (mesmo sabendo que não funcionava), você provavelmente nunca jogou esses jogos originais com os sprites verdadeiros do jogo. Isso porque nós do ocidente recebemos uma versão adaptada dos jogos originais. Antigamente era muito (muito mesmo) difícil um jogo ter um lançamento mundial simultâneo), todos os jogos precisavam de muito tempo para localizações.

Pokémon Red & Green foram lançados no Japão em 27 de Fevereiro de 1996 e só chegaram na América mais de dois anos depois em 28 de Setembro de 1998 como Pokémon Red & Blue, e nesse processo muitos sprites foram alterados dos originais para parecerem-se mais com as artes originais e os bichinhos como apresentados no anime que já estava em produção e transmissão.

Criando o Sucesso: 25 curiosidades do desenvolvimento de Pokémon

10 – A barra de vida quase foi substituída por frases

Como muito jogos, muita coisa vai se alterando e ideias novas tentadas durante o processo de desenvolvimento, e com Pokémon não foi diferente. Em certo momento da criação dos primeiros jogos, por exemplo, a equipe da Game Freak decidiu remover a barra de HP em batalha e substituí-la por frases como “Isso doeu” e “Isso realmente doeu”. Contudo, eles perceberam que isso na verdade tornava as batalhas menos interessantes, então trouxeram de volta a barra de HP.

“Não apenas temos ideias e nos apegamos a elas, todos nós fazemos um brainstorming como uma equipe para ter certeza de que acabaremos usando a melhor ideia.” completou Junichi Masuda quando comentando sobre o assunto.

E abaixo você pode ver mais 15 detalhes interessantes do desenvolvimento de diversos títulos da franquia:

  • 11 – Produçao quase simultânea – Pokémon Sword & Shield já estavam em fase de conceito e planejamento quando Pokémon Sun e Moon foi lançado.
  • 12 – O conceito de Pokémon foi inspirado no Link Cable – Satoshi Tajiri sugeriu que seria interessante usar o Link Cable do Game Boy para trocas, invés do uso comum na época de competição entre jogadores. Ele explicou que seria como trocar cartas Menko (tradicional jogo de cartas japonês) naquela época.
  • 13 – A Game Freak tinha cerca de 10 empregados na época dos primeiros jogos – Todos ajudaram a bolar ideias e designs para os 151 monstrinhos de Pokémon Red & Green e hoje a empresa tem quase 150 funcionários.
  • 14 – Snorlax e Sudowoodo foram criados especificamente para bloquear caminhos – Se você já andou por Kanto e Johto antes já conhece essas duas criaturas. Snorlax foi criado na primeira geração para bloquear a progressão do personagem em determinado momento do jogo. Já em Pokémon Gold e Silver, Sudowoodo foi criado e um caminho foi feito para o incluir como um obstáculo a ser resolvido.
  • 15 – Sons diferentes para cada “cor” – Junichi Masuda era encarregado dos efeitos de som dos primeiros jogos da franquia e como um pequeno Easter Egg ele incluiu nos jogos Red, Green, Blue e Yellow sons ligeiramente diferentes para o salvamento do jogo. São diferenças bem sutis, mas você pode tentar encontrá-las.
  • 16 – Pássaro de estimação inspirou Hoothoot – Ken Sugimori tinha um pássaro de estimação quando criança e ficou surpreso ao ver o animal em uma única pata, e isso o inspirou a criar Hoothoot para Pokémon Gold & Silver.
  • 17 – Game Freak começou como uma revista de fã – Iniciando seus trabalhos em 1980 por Satoshi Tajiri e Ken Sugimori, tornou-se uma companhia de jogos em 1989 e um de seus primeiros jogos foi Quinty para o NES.
  • 18 – Game Freak também trabalhou em jogos de Yoshi e Mario – Yoshi, de 1991, para NES e Mario & Wario, de 1993, para o SNES foram produzidos pela empresa e iniciaram o contato dela com a Nintendo.
  • 19 – Nintendo of America quase transformou o Pikachu em um tigre de seios – Isso mesmo! Os americanos acharam muitos Pokémon fofos demais e mandaram ideias de re-design para os japoneses durante a localização do game (veja mais sobre aqui). Ainda bem que não deu certo, não é?
  • 20 – Pokémon Yellow surgiu da fama do anime – Após o desenho fazer sucesso no mundo todo, Pokémon Yellow foi produzido, alterando os spirtes e o plot da história para lembrar os monstrinhos como representados na tv.
  • 21 – Você possivelmente batalharia Professor Carvalho em algum momento do jogo – Através de um datamining dos jogos originais, fãs descobriram um time de Pokémon não usado que estaria ligado a professor Carvalho e conteria o último inicial não escolhido pelo jogador nem pelo rival, indicando que e algum momento do jogo batalharíamos o professor.
  • 22 – Alguns erros de programação tornavam ataques inviáveis de serem usados – Era o caso de Focus Energy que, ao contrário do que deveria fazer, diminuía as chances do Pokémon acertar um ataque crítico (veja mais sobre aqui).
  • 23 – Vários nomes foram cogitados antes dos oficiais – Em um processo comum de planejamento e também de adaptação do jogo é a localização de nomes. Lapras quase foi chamado de Ness, Cubone quase foi Orphon, Vulpix quase se chamou Foxfire entre outros.
  • 24 – O jogador poderia batalhar também em certo momento do desenvolvimento – Até um momento da criação do jogo, o personagem principal também batalharia, como em um RPG mais tradicional, mas os desenvolvedores se perguntaram qual seria a relevância dos bichinhos para o jogo então e a partir daí o jogador não mais participava das batalhas nem subia de nível como os Pokémon.
  • 25 – Poderíamos ter tido um skate além da bicicleta – Em dados de Pokémon Gold & Silver foi constatado que estavam nos planos dos desenvolvedores incluir um skate como modo de transporte, mas por razões ainda não descobertas ele foi cortado.