Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
Nintendo Switch: Bloqueado ou Desbloqueado?

Nintendo Switch: Bloqueado ou Desbloqueado?

- Nunca pensei que depois de 30 anos ainda teria frio na barriga pra comprar um console novo. Meu, que emoção. Lembro que me senti assim quando ganhei meu Dynavision 3 de Natal.
- Cara, você vai amar o Switch. Sua família toda vai se divertir muito com todos os jogos do Mario, Zelda e com Pokémon. É um console fantástico, o meu faz aniversário de 3 anos esse mês. Parabéns.
- Minhas filhas estão bem ansiosas mesmo. Tive que raspar as poupanças delas e mais um pouco da minha. Com o dólar nas alturas não foi uma escolha fácil, mas com o tempo ele se paga.
- Com certeza. Eu posso te emprestar a minha conta e vocês jogam a vontade, até você assinar a NSO ou comprar alguns jogos.
- Então rapaz, aí vai ser um problema. Pois pensando nessa situação toda e no preço dos jogos acabei comprando o console já desbloqueado. Assim terei mais jogos pra elas e não gasto além da conta.
- Ah não. Não acredito que você fez uma besteira dessa! Que absurdo! Pirateiro na cara dura? 
- Você tá falando sério?
- Lógico! Além de ser contra a lei, fazer todos nós que pagamos ter tudo mais caro e roubar da empresa, você ainda por cima dá um péssimo exemplo pras suas filhas. 
- Mas é o presente de Natal delas, estamos economizando o ano todo pra comprar esse console e mais os joycons extras, 4, assim cada uma tem os seu. Não acho que isso seja tão relevante assim.
- Lógico que não acha. Não é você que vai pagar 300 reais ou mais por cada jogo por causa da pirataria. Não é você que paga os impostos e mantém a indústria viva. Você só vai baixar e jogar. Não é possível você não percebe o qu]ao errado isso é e como isso prejudica muita gente.
- Meu amigo não confunda as coisas. Você está me tratando como se eu fosse um ladrão.
- E não é?
- Calma aí!
- Calma? Você ainda quer que eu me acalme sabendo que estou sendo prejudicado pelo meu amigo de mais de 30 anos? Ainda bem que não emprestei a minha conta. Imagina ter minha conta banida por conta da sua safadeza? 
- Mano, eu te considero demais então não vou levar pro pessoal. Você sabe muito bem que não sou ladrão, nem safado e tão pouco faria qualquer coisa pra te prejudicar. Eu estou apenas vivendo de acordo com as minhas possibilidades. Não vou comprometer as finanças da minha casa por conta de um console ou seus jogos. Empresa nenhuma me pergunta quais contas tenho pra pagar, se preciso de ajuda ou me dá desconto por piedade. Eu faço o que posso.
- Poderia fazer o certo.
- Na minha visão eu estou fazendo. Não tenho lobby pra aprovar leis que me protejam e estou sendo honesto com a minha situação e com a minha família. A empresa que me perdoe, mas o lucro dela tá garantido todo mês enquanto o meu arroz com feijão não está.
- Você podia ter comprado outro console. Meu Wii, por exemplo.
- Aquele que você comprou desbloqueado da loja e tinha uma HD cheia de jogos?
- Eram outros tempos.
- Assim como são pra mim e os meus. Cada um deve viver de acordo com a sua realidade. Se você tem condições de bancar seus jogos e serviços, meus parabéns. Porém, isso não te dá o direito de julgar a vida dos outros por uma regra moral que você mesmo não aplica na sua vida. Quando você se gaba da restituição do imposto baseada em mentiras, quando você paga meia entrada com a carteirinha do seu irmão, quando fura fila, quando não devolve o troco que veio errado ou quando aproveita qualquer brecha pra levar o mínimo de vantagem outras pessoas são prejudicadas sabia?
- É diferente.
- É a mesma coisa. Eu não me orgulho do que estou fazendo, todavia é o melhor que posso fazer, agora. 
- Ainda assim é errado.
- Ainda assim. E o fato de você não entender o meu lado me mostra que a única coisa bloqueada aqui é a sua cabeça. Passar bem.
- E a sua é desbloqueada demais pro meu gosto. Passar bem.

Ser empático é ver o mundo com os olhos do outro e não ver o nosso mundo refletido nos olhos dele.

Carl Rogers


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

@Nersito
Nerd, nostálgico, pai e professor. Reclamador profissional com PHD em Harvard. Conheço o Mario, e daí? Assopra a fita e bora jogar! Canal Juninhos Fun Club no Youtube!!!