Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

Hyrule Warriors: Age of Calamity: veja nova gameplay e detalhes da review da Famitsu

Hyrule Warriors: Age of Calamity: veja nova gameplay e detalhes da review da Famitsu

Faltam 4 dias para ser lançado o que virou o jogo mais aguardado da Nintendo nesse fim de ano: Hyrule Warriors: Age of Calamity segue com hype crescendo a cada dia que aproxima seu lançamento. No sábado dia 14 de Novembro, em seu canal no Youtube, a desenvolvedora japonesa disponibilizou um vídeo com 14 minutos de gameplay do jogo desenvolvido em parceria com a Koei Tecmo através de um desafio dos apresentadores do Nintendo Minute, mostrando mais dos personagens e das divine beasts em ação.

Além disso, foi divulgado pela revista japonesa Famitsu, a 1º review do jogo. Anteriormente, já havia sido divulgado as notas dada pelos editores, porém agora foi divulgado os detalhes de cada avaliador sobre o jogo. Segue abaixo os comentários, com tradução realizada pelo site Nintendo Everything :

Amemiya: Embora este jogo tenha aspectos de um jogo no estilo Musou, Hyrule Warriors: Age of Calamity é essencialmente uma versão de batalha de ação de Breath of the Wild. Embora o jogo não seja exatamente de mundo aberto, você ainda pode desfrutar da estética de Hyrule enquanto luta em campos de batalha bem projetados. Age of Calamity também recria a diversão de “expandir o mundo” de Breath of the Wild com um sistema onde você usa itens familiares obtidos em batalha para desbloquear vários locais no mapa.

Ashida: O título é altamente satisfatório como um spin-off de Breath of the Wild que retrata os eventos passados ​​do jogo. A jogabilidade em si foi muito impressionante, especialmente com cada personagem tendo seu próprio conjunto único de ações e conjuntos de movimentos. Pequenos detalhes, como o uso das varas elementais e runas Sheikah Slate, adicionam um toque agradável à batalha. Também foi simplesmente excitante cavalgar nas Bestas Divinas. Houve momentos em que notei a queda da taxa de quadros durante as lutas intensas, mas isso pode ser algo a que você se acostuma enquanto joga.

Namuko: Este jogo parece um pouco diferente de outros títulos Musou, pois adiciona aspectos de Breath of the Wild. Ao incluir ações especiais de Breath of the Wild e missões secundárias divertidas, dá ao jogador a sensação de um jogo de mundo aberto. Devido ao tamanho épico do jogo original, Age of Calamity dá aos fãs uma oportunidade especial de experimentar o mundo novamente de um ângulo diferente e com uma história diferente.

Tozuka: Quando comparado com outros jogos Musou, parece que os elementos do beat ‘em up foram atenuados. No entanto, cada personagem tem um estilo de jogo único, então há muitas maneiras de curtir esse jogo de luta e ação. Como os jogadores têm alguma liberdade para definir estratégias, é fácil para os fãs aproveitarem o jogo à sua maneira, com coisas como speed-runs ou restrições. Também há muitos recursos que herdaram de Breath of the Wild, então os fãs do núcleo irão se divertir com as coisas pequenas como a progressão através do mapa de Hyrule.

Hyrule Warriors: Age of Calamity é o novo jogo da franquia The Legend of Zelda, que será lançado dia 20 de Novembro no console híbrido da Nintendo. O jogo se passa 100 anos antes dos eventos narrados em The Legend of Zelda: Breath of The Wild e tem como foco a guerra ocorrida que resultou nos estragos do aclamado game. O jogo já pode ser adquirido na eShop, custando o valor de R$299,00.

Carlos de Arruda
Um grande entusiasta da Nintendo, "fanZeldaboy" e confesso dono de um sofisticadíssimo sotaque nordestino visse?