Nuclear Blaze – Talvez ser bombeiro seja fácil

Nuclear Blaze - Talvez ser bombeiro seja fácil

Do mesmo criador de Dead Cells, Sebástien Bénard, Nuclear Blaze vem como uma aventura 2D de ação em plataforma, que achei bastante criativa. Uma parceria da Deepnight Games com a Red Art Games, o jogador assume o manto de um bombeiro, que deve investigar uma instalação cientifica que está caindo aos pedaços pelo fogo, explorando e procurando por sobreviventes, sobrevivendo a destroços e chamas enquanto apaga o fogo e descobre o que houve com o lugar.

Nuclear Blaze - Talvez ser bombeiro seja fácil

A mecânica não é complexa: existe sua mangueira e o fogo, apague antes que ele tome tudo. No jogo o fogo se espalha, e você tem que apagar a tempo tudo para liberar as áreas. As vezes você pode se apoiar em sprinklers que são ativados ao resolver um puzzle na área, ou adquirindo novas habilidades como uma armadura que lhe permite sobreviver uma vez ao fogo, caso você caia desavisado.

Historia

O jogo vai lhe mostrando mais da historia ao decorrer da gameplay, ao você encontrar textos deixados pelos infelizes que se perderam no mar de chamas. Você descobre que esta em uma base militar e que existe uma coisa denominada Anomaly-1866 que esta contida no centro da instalação, e que é extremamente perigosa. Logo você vê que não sobrou muitas pessoas para serem resgatadas, somente registros e gatinhos espalhados pelo mapa em áreas secretas que você deve se esforçar para encontra-los e salvá-los, o que na minha visão vale mais apena do que salvar a instalação.

Brincadeiras a parte, eu pensei que havia poucos gatos, mas só no final do jogo que descobri que havia uns 30 para salvar e eu so salvei 6, me perdoe deus dos gatos, eu lhe desapontei.

Gameplay

Como disse antes, o jogo não requer mega habilidades de pro player para passar em tudo, sem falar que você pode ajustar a dificuldade do jogo a qualquer momento, mudando configuração do poder e alcance da sua mangueira, e a velocidade que o fogo se espalha. Porque até mesmo se você apagar um lado do fogo e não apagar o resto por perto, o fogo volta para o mesmo local e você terá que repetir tudo de novo.

Por isso requer um certo cuidado, e que repito, criativo, porque você não apaga só o fogo, você abre regiões em que podem acontecer explosões, você deve usar cartões para passar as portas, tem que usar válvulas de sprinkler, armadura de bombeiro, etc.

Somente na metade do jogo que você consegue usar água nas escadas, o que é um pouco sem sentido, acho que qualquer um poderia usar uma mangueira subindo uma escada, afinal eu sou um bombeiro profissional! No jogo, as mecânicas que não exigem tanto poder do protagonista, o que é mais exigido é mesmo o gerenciamento de onde ir, quando apagar, o quanto de água usar para poder chegar em uma área e assim por diante.

Nuclear Blaze - Talvez ser bombeiro seja fácil

No game também não há chefes, ou melhor dizendo, existem, mas só para o final do jogo, que é a própria Anomaly-1866, que descobrimos ser uma vespa que incendeia tudo e não se reproduz na água ou em ambientes úmidos, com origem desconhecida. E por isso que temos que apagar todo o fogo da instalação e ligar os sprinklers para contê-la.

Somente há um chefe difícil, que é o boss final, ele é bem rápido e chatinho. E apesar do jogo ter mecânicas simples, você não mira a mangueira como bem quiser, ela só mira para cima, para os lados, meio que na diagonal onde é possível cobrir mais áreas causando uma mini chuva.

Estilo

Nuclear Blazer traz uma pixel arte bem simples, nada detalhado, mas tem o seu charme, não é como Dead Cells com todo um tempo de vida que você vai passando horas jogando e deleitando-se da musica. O jogo tem pouco mais de três horas, se você demorar muito jogando na dificuldade normal ou em uma mais difícil. Ele tem cuidado com sua estética, e é bem polido em tudo, com muito carinho de quem fez e bem redondinho. Quer saber um segredo? Que somente os mais pro-players desconfiam? Acho que foi os gatos que causaram o incêndio todo.

Meu veredito final, é que o jogo é um ótimo jogo de plataforma, para quem quer um joguinho rápido para terminar e se divertir, no meu ver ele se paga, mas não vá esperando que ele seja um “Grand Plataform Game Design” ele só cumpre o que se propõem a fazer e não exagera enrolando o jogador em mais fases repetitivas ou não acrescentando o plus ao jogador, então você pode jogar ele e só sentir a vibe de servir a “Station 19”, entendeu?

Se você quiser, o jogo esta na eshop brasileira por 54,95 reais, e esta em português brasileiro também!

Nuclear Blaze - Talvez ser bombeiro seja fácil
Nuclear Blaze - Talvez ser bombeiro seja fácil?
Veredito
É feito de uma pixel arte bem simples, nada detalhado, mas tem o seu charme, não é como Dead Cells com todo um tempo de vida que você vai passando horas jogando e deleitando-se da musica, o jogo tem pouco mais de três horas, se você demorar muito jogando na dificuldade normal ou em uma mais difícil. O jogo tem cuidado com sua estética, e é bem polido em tudo, com muito carinho de quem fez e bem redondinho.
Design
100
Trilha Sonora
65
Diversão
65
Gameplay
100
Custo x Benefício
50
Prós
Otima Jogabilidade
Graficos simples e bonitos
Contras
Curto periodo de gameplay
Não é muito profundo
76
Nota Final

[Nota do Editor: Nuclear Blaze foi analisado a partir da sua versão para Nintendo Switch. A cópia do jogo foi gentilmente cedida pela Red Art Games para avaliação.]


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Olá me chamo Emanuel ou só "Nuel", sou Game Designer e nasci na cidade mais quente do Brasil, tento de tudo para ficar longe e relaxar em jogo competitivo, mas meus favoritos sempre são os jogos de farming e narrativa/ação.