Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl é para você?

Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl é para você?

Está perdido, amigo? Não sabe se está afim ou não está afim desse novo jogo de Pokémon que saiu, Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl? Bom, hoje vamos ajudar você com essa questão!

Se o que você está buscando é um guia de “diferenças entre as duas versões”, tá no lugar certo, mas na matéria errada! A gente já compilou as diferenças nesta coluna aqui.

Mas se você nem sabe se você quer uma das duas versões, se você nem sabe “qual é” a desse jogo sendo que já tem outros Pokémon no Nintendo Switch, agora sim, fica tranquilo, você vai sair dessa matéria entendendo bem tudo isso.

1 – O que são?

Revisando desde o começo, Pokémon Brilliant Diamond & Pokémon Shining Pearl são remakes, respectivamente, dos jogos Pokémon Diamond e Pokémon Pearl de Nintendo DS, lançados em 2006.

Mais precisamente, são remakes que chamamos de “bem fiéis”. Ou seja, fora o seu estilo artístico, toda a estrutura do jogo é MUITO parecida, a ordem dos ginásios é a mesma, a história é a mesma, se tinham quatro casas naquela cidade, vai ter quatro casas na cidades aqui também.

Porém, ele não chega a ser o popularmente conhecido como “remake 1 pra 1”, ou seja, não é 100% idêntico e só atualizaram os gráficos. Primeiro por causa do seu estilo artístico, com esses “bonecos cabeçudos” que se chama “estilo Chibbi”, caso você desconheça o termo. Esse estilo Chibbi do jogo meio que tenta traduzir a arte dos jogos antigos, agora em 3D. Se você pega os jogos de Gameboy, a era de sprites/desenhos em 2D, eles eram meio Chibbi mesmo. Então, também não é nenhuma super reimaginação esse art style.

Outras diferenças é que existem adições ao jogo original, principalmente no pós game do jogo, áreas novas, desafios novos, batalhas novas, enfim. Além disso, algumas adaptações e melhorias foram feitas, afinal, não estamos mais no mesmo console. O Switch não tem duas telas igual o DS, a forma de se conectar online e as funções online são melhores aqui, e, não sei se felizmente ou infelizmente, existe o Experience Share ligado o tempo todo, então o time inteiro evolui junto, mesmo sem algum membro específico participar da batalha, o que torna o jogo mais fácil.

São só alguns exemplos para você entender que o jogo se propõe a ser um remake fiel, mas não chega ao ponto de um Alex Kidd ou Crash Trilogy, que mesmo sendo remakes, preferem se chamar Remaster ou Deluxe porque ali são remakes 1 pra 1 mesmo. Ao mesmo tempo, não são remakes que buscam inovar ou reimaginar o jogo original, tipo Trails of Mana ou aquele Fire Emblem de 3DS, Shadows of Valentia.

Então esperem um jogo que é essencialmente de Nintendo DS, um jogo que tem 15 anos de idade, mas refeito e com algumas poucas adaptações e adições para os dias de hoje.

Sobre os jogos originais: Diamond & Pearl são a quarta geração, ela é bem querida pelos fãs, tem treinadores amados pela fanbase e Pokémon marcantes, e uma curiosidade para a galera que nunca mais jogou depois do Game Boy, é que esses jogos trouxeram novas evoluções para Pokémon velhos, como o Electabuzz que evolui para Electivire, e o Eevee que evolui pra Glaceon e Leafeon, entre outros, então se você jogou muito FireRed, Yellow, Silver, Crystal, vai poder ver alguns monstrinhos queridos com novas formas aqui também.

Mas será que isso te fará gostar desse jogo? Vamos descobrir na parte 2.

Parte 2 – O que pode agradar ou desagradar

Bom, o primeiro grande alerta que eu dou, é para os jogadores online, os competidores.

Brilliant Diamond & Shining Pearl não serão a nova base do competitivo oficial, dos torneios e tudo mais, então a competição rankeada continua no Pokémon Sword & Shield, ok?

Existem batalhas online, mas restritas ao jogo mesmo, e são batalhas casuais. Se você é do grupo “das antigas” e busca algo semelhante, ou seja, queria o mesmo formato, o mesmo estilo, sem as tais “viagens” que são as novidades mais voltadas para inovação e que quem busca tradição, provavelmente vai adorar o game, pois Brilliant Diamond & Shining Pearl ainda seguem a fórmula clássica que você tanto gosta.

Nesse sentido, acho que ele ainda é mais indicado do que Pokémon Let’s Go Pikachu & Eevee, já que ele pega umas mecânicas de Pokémon GO, como o sistema de captura sem batalha, o que nem todo fã tradicional gostou.

Fãs dos jogos mais recentes, como Pokémon Sun & Moon e Sword & Shield, ou que voltaram tem alguns anos e pularam algumas gerações, incluindo a quarta vão sentir uma queda, pois ele não tem MegaEvoluções, não tem Gigantamax, não tem formas regionais. Eles são a fórmula clássica de Pokémon, é remake quase 1 para 1 de um jogo de Nintendo DS, cujo principal mérito na inovação foi dar uma boa reestruturada no competitivo. Mas esse remake não vai ter suporte ao competitivo, então vai de você, da sua curiosidade de conhecer uma região que você perdeu, de se contentar só com uma campanha, que é boa, a equipe vilã é boa, o plano deles é talvez o mais ambicioso da série, os lendários são poderosos, mas você vai ter a sensação de que esse jogo é bem simplista, bem modesto.

Mais ainda sobre os jogos originais, eles fazem parte da “era Nintendo DS”, que são os jogos que foram lançados pra esse console, então, além de Diamond & Pearl, teve Pokémon Black & White 1 e 2, e os remakes da segunda geração Pokémon HeartGold & SoulSilver.

Essa “era DS” é conhecida na fanbase como “ápice e esgotamento da fórmula clássica”, então os 3 jogos costumam ocupar boas posições nas listas de melhores jogos da franquia, são jogos fruto de amadurecimento da série mesmo que algumas pessoas não gostem tanto dos jogos por já naquele momento acharem que a série precisava de renovação, não à toa, do 3DS em diante, a franquia tem arriscado mais novidades.

Agora vamos responder a pergunta “quem é Brilliant Diamond & Shining Pearl na fila do Switch?”

3 – Adição de Brilliant Diamond & Shining Pearl no Nintendo Switch

Brilliant Diamond & Shining Pearl deve ser seu primeiro Pokémon no Nintendo Switch? Ou melhor ir para outro Pokémon disponível no console?

Vamos lá! Caso você não tenha nenhum jogo de Pokémon ainda, saiba que Sword & Shield é, atualmente, o jogo, entre aspas (ou não), “principal”. Ele é quem tem o competitivo online, ele é a versão mais completa, com mais conteúdo, com mais novidades, etc.

A menos que você seja daquele grupo que eu comentei anteriormente, que busca um jogo bem mais próximo do seu FireRed (eu falo FireRed em vez de Red, porque é incrível como esses remakes são populares no Brasil), aí pode ser que valha a pena passar Brilliant Diamond & Shining Pearl na frente de Sword & Shield.

Já no duelo contra Pokémon Let’s Go, ambos são remakes, um de Diamond & Pearl, e o outro, na prática, de Yellow (ou FireRed), sendo que ambos são fiéis, mas o Let’s Go nem tanto, ele tem bem mais coisa nova do que o Brilliant Diamond & Shining Pearl. E eu sei que tem gente que AMA Pokémon, mas só a primeira geração. Então se você é desse grupo, vai de Let’s Go e enfrenta lá a Misty pela quinquagésima vez!

Let’s Go é também, aqui já entrando em um lado mais opinativo, mais polido que Brilliant Diamond & Shining Pearl, então se você quer um jogo mais redondinho, também é melhor ir de Let’s GO.

E se vocês já tem um dele, ou os dois, vale a pena acrescentar Brilliant Diamond & Shining Pearl à sua coleção caso a sua pretensão seja somente experimentar uma história (boa) adicional, se você não busca nenhuma inovação ou competição. Então, vai ciente disso, não espere nada revolucionário, curte a campanha, curte a região, se diverte, e é isso aí.

Vale a pena mencionar que no Nintendo Switch existem alguns jogos parecidos com Pokémon e que também é legal estar ciente antes de tomar essa decisão de ter esses remakes como primeiros ou novos jogos.

  • Shin Megami Tensei V – Que é uma versão mais sombria, e é um RPG mais pesado e robusto, tanto que aqui o que você treina e evolui são entidades. É um jogo com classificação indicativa a partir de 16 anos, não vai dar para o seu filho criança!
  • Nexomon Extinction – Que é um clone de Pokémon, e ele segue meio que a fórmula, até da “era DS” mesmo, mas evolui ainda mais, então a história é melhor, o jogo tem aquela dificuldade dos games antigos (todos os 3 Pokémon do Switch são BEM fáceis de terminar campanha) e o visual mantém aquele 2D desenhado.
  • Monster Hunter Stories 2 – Esse aqui na verdade num tem muito a ver não, o combate é bem diferente, embora ainda de turno, os objetivos, enfim… Mas, é um jogo onde você treina monstros e usa em batalha, etão vale a menção aqui.
  • Digimon Cyber Sleuth – Pra quem no fundo…. prefere Digimon kkkkkkk mas sério, tem gente que nem sabia que existem jogos novos de Digimon. E esse jogo é bom, ele vem com 2 campanhas, tem bastante diálogo, e pega umas promoções boas.

E um último lembrete é que daqui a pouco, dia 28 de janeiro, vai sair o Legend Arceus, então se você só tem dinheiro pra um jogo de 300 reais a cada 6 meses, por exemplo, vale mencionar que ele tá chegando também, se passa na mesma região do Brilliant Diamond, Shining Pearl, mais é um jogo que mira no oposto, é MUITO mais voltado pra ser uma experiência completamente nova na série.

Bora concluir?

4 – É para você?

Hora da tabelinha!

“Você vai gostar de Brilliant Diamond ou Shining Pearl caso você”:

  • Goste de Pokémon em geral, mesmo os mais simplórios e mesmo não sendo um jogo inédito.
  • É fã de Sinnoh, a quarta geração.
  • Curte o estilo Chibbi de arte.
  • Gosta, prefere, ou simplesmente quer matar a saudade da fórmula mais clássica de Pokémon.
  • É do tipo que compra um jogo, termina a campanha (ou mesmo faz 100%) e revende o mais rápido possível. 
  • Goste da campanha da série Pokémon o suficiente pra não depender do presença do competitivo.
  • Quer um RPG tranquilo, agradável, de fácil entendimento em todos os sentidos. Um RPG pra relaxar mesmo.

Porém…

“Brilliant Diamond ou Shining Pearl não são lá os jogos mais indicados caso você”

  • Seja do perfil “não tenho um Nintendo Switch em 2021 para jogar jogo de 2006 só com gráfico mais bonito”.
  • Tenha enjoado da fórmula clássica e queria uma experiência totalmente diferenciada.
  • Preze e espera inovação.
  • É um fã da série focado no competitivo do jogo.
  • Não curte estilo visual Chibbi.
  • Quer um RPG desafiador.
  • Prefere comprar um jogo e passar meses, se não anos, com ele, tipo, passar de 500 horas. Na verdade até dá pra fazer isso com esses jogos, por exemplo, capturando shinies, mas Sword & Shield é mais indicado nesse aspecto.
  • Só paga full price (300 reais / 60 dólares) em jogos extremamente polidos e bem avaliados pela crítica. 
  • Só paga full price em jogos que acredita que o orçamento tenha sido alto só porque o visual é 3D e realista (eu não podia perder essa piada, vai).

Esperamos que com tudo dito aqui, você saia com sua dúvida sanada.


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]