Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 – Sobre 100 anos atrás

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

Hoje, primeiro de fevereiro de 2023, marca 100 dias para o lançamento de The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom. E na curiosidade de hoje falaremos de como era Hyrule 100 anos antes dos eventos de The Legend of Zelda: Breath of the Wild.

Esse episodio, é o primeiro de uma série que contaremos um pouco da história de Hyrule.

Aqui focaremos em fatos que aconteceram em Breath of the Wild, os retratos em Hyrule Warrios: Age of Calamity são canônicos, porém, podemos retratar de outro jeitos os fatos.

Sobre 100 anos atrás – Preparando para calamidade

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

Após o selamento de Calamity Ganon e a subsequente turbulência, o reino de Hyrule desfrutou de muitos anos de paz. Dez mil anos se passaram. A memória da batalha transformou-se em lenda, e Calamity Ganon tornou-se um bicho-papão dos contos de fadas. Restaram apenas alguns discos e canções transmitidos pelos poetas da corte para recontar a história. Embora o reino de Hyrule não possuísse mais a tecnologia do passado e não poderia mais ser considerada uma civilização avançada, ela floresceu como o eixo central que unia todas as terras de Hyrule. Jovens de aldeias por toda Hyrule aspiravam um dia ir ao Castelo de Hyrule, realizar grandes feitos, e irem para casa como heróis. Um dia, uma linda princesa nasceu do rei de Hyrule, Rhoam Bosphoramus Hyrule, e sua rainha. Eles a chamaram de Zelda, como era a tradição da família real de Hyrule. O povo de Hyrule celebrou seu nascimento e esperava uma prosperidade ainda maior, embora essa esperança tenha se mostrado passageira. Logo após o nascimento da princesa Zelda, uma cartomante previu que o desastre cairia sobre Hyrule, dizendo: “Os sinais de uma ressurreição de Calamity Ganon são claros.” Depois de todos esses anos, parecia que Calamity Ganon retornaria. No entanto, havia esperança na profecia da cartomante. “O poder de se opor a ela está adormecido sob o solo.” O rei atendeu à profecia e começou a escavar grandes áreas de terra. Logo depois, os Guardiões e o quatro lendárias Bestas Divinas foram descobertas. A profecia colocou muita pressão sobre a Princesa Zelda. Cada uma das princesas da família real possuía um poder de selamento sagrado, e o dela seria necessária na batalha que viria. A própria rainha possuía esses poderes sagrados e deveria ser tutora de Zelda em seu despertar e uso, mas quando a princesa Zelda tinha seis anos, a rainha morreu repentinamente antes que pudesse transmitir seu conhecimento. E assim, Zelda sozinha para despertar seus poderes e selar a Calamidade quando chegasse o dia.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

As antigas relíquias Sheikah, o poder de selamento da Princesa Zelda, as Bestas Divinas pilotadas por Campeões e o herói empunhando a Master Sword eram tudo o que se interpunha entre Hyrule e Calamity. Buscando isso, Hyrule entrou em um período de profunda inquietação, esperando pelo retorno profetizado de Calamity Ganon.

Cidade de Hyrule Castle um século atrás

O Hyrule Castle e a próspera cidade conectada a ele eram o centro de Hyrule e o pico do comércio e da erudição. Com a fonte no Central Plaza em seu centro, a cidade ondulava para fora, seus prédios de telhados azuis formando fileiras organizadas. Agora, a grandeza de Hyrule Castle Town só pode ser conjurada na imaginação de alguém ou nas memórias das poucas pessoas que ainda se lembram daquela época. Os textos anteriores a cem anos atrás foram amplamente destruídos durante a Grande Calamidade, e apenas algumas notas, tradições orais e músicas permanecem.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

Escavações e Pesquisas de Relíquias Antigas

Após os eventos de dez mil anos atrás e até cem anos atrás, Calamity Ganon foi mencionado apenas em lendas e contos de fadas. Isso mudou quando uma cartomante Hylian previu seu renascimento. O rei Rhoam levou a profecia a sério e começou a preparar defesas contra o retorno de Ganon.

A cartomante previu que encontrar relíquias antigas que foram cruciais na batalha para selar Calamity Ganon dez mil anos atrás seria uma contramedida crítica na luta por vir. O rei Rhoam pediu a ajuda do grupo que criou esses mecanismos, o Sheikah, que estabeleceu um instituto de pesquisa sob controle direto do Castelo de Hyrule e começou a escavar e pesquisar relíquias antigas. Como resultado desses esforços, quatro enormes relíquias foram descobertas: as Bestas Divinas. Seus nomes estavam inscritos dentro deles e correspondiam aos nomes das lendas. Simultaneamente, armas autônomas conhecidas como Guardiões estavam sendo escavados, um após o outro. Essas descobertas provaram que o selo de Calamity Ganon não era uma lenda ou um conto de fadas, mas uma verdade terrível, e a terrível natureza da situação começou a afundar.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

Sem ficar de braços cruzados, a princesa Zelda acabaria se interessando muito pela pesquisa de tecnologia antiga e descobriu que tinha aptidão para isso. Ela fez parte de um avanço significativo no estudo dessas relíquias antigas quando ela e Purah descobriram o objeto conhecido como Sheikah Slate. Com isso, eles conseguiram ativar as Bestas Divinas. Segundo a lenda de dez mil anos, a família real de Hyrule nomeou quatro guerreiros para pilotar as Bestas Divinas contra Calamity Ganon e os nomeou Campeões. Embora sua compreensão das relíquias estivesse se acelerando, ainda havia muito que eles não sabiam sobre elas.

Excavação das Divine Beasts e os Guardiões

Sob as ordens do rei da época, a banida tecnologia Sheikah foi enterrada, começando com as Divine Beasts. Felizmente, o Sheikah manteve registros secretos de onde as Divine Beasts foram enterradas, duas das quais sobreviveram às eras. A Besta Divina Vah Ruta pode ser encontrada no Domínio de Zora, e a Divine Beasts Vah Naboris estava localizado em Gerudo Canyon. Pesquisas de relíquias dessas áreas levaram à descoberta dos Guardiões, que foram levado de volta ao centro de pesquisa. Robbie, que estava liderando a pesquisa dos Guardiões, começou a conduzir testes nas relíquias. Depois de muito esforço, eles conseguiram colocá-los em funcionamento. Isso forneceu uma medida de esperança de que eles poderiam ser usados ​​para se defender contra Calamity Ganon. Um registro sobrevivente afirma que nos tempos antigos os Guardiões foram armazenados em cinco colunas abaixo do Castelo de Hyrule. No entanto, uma busca exaustiva no castelo não revelou vestígios das colunas.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás
Talvez saberemos o que mais tem enterrado abaixo de Hyrule Castle em Tears of the Kingdom

Os Campeões

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

A pesquisa em relíquias antigas estava progredindo quando o renascimento de Calamity Ganon começou a parecer iminente. Uma vez que as Bestas Divinas foram ativadas, conforme a tradição antiga, quatro indivíduos excepcionais foram escolhidos em Hyrule para pilotá-los. A própria princesa Zelda viajou para suas casas para solicitar sua ajuda. Juntamente com o herói escolhido pela Master Sword, Link, eles foram nomeados Campeões pelo Rei Rhoam e liderados pela Princesa Zelda. A equipe que selaria Calamity Ganon estava completa. Link, com a espada que sela a escuridão, seria o pivô, travando Ganon na batalha com os Campeões que pilotavam as Bestas Divinas que o apoiavam. Então, caberia à Princesa Zelda selar Calamity Ganon.

Pesquisa e treinamento de Zelda

Com a realidade do renascimento iminente de Calamity Ganon, a responsabilidade pesava sobre a princesa Zelda. As mulheres nascidas na família real de Hyrule eram consideradas princesas sagradas, herdeiras do sangue da deusa Hylia e do poder que vem com ele. Muitas princesas eram naturalmente hábeis em despertar e utilizar esse poder. Dizem que a mãe da princesa Zelda sentiu o poder transbordando dentro dela. No entanto, a rainha faleceu repentinamente quando a princesa Zelda tinha seis anos. Esperava-se que o poder de selamento da jovem princesa Zelda despertasse, mas sua mãe não conseguiu transmitir nenhum de seus conhecimentos sobre esse poder. No ano seguinte, aos sete anos, a princesa Zelda foi encorajada a começar a treinar para extrair o poder adormecido, mas, por mais que tentasse, ela nunca conseguiu despertar sua habilidade. Os Campeões a apoiaram enquanto ela fazia peregrinação após peregrinação às fontes sagradas para rezar. Ela tentou muitos caminhos diferentes, mas dez anos se passaram sem nenhum resultado.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

Ao mesmo tempo, a princesa Zelda tornou-se um membro adequado da equipe de pesquisa de relíquias. Junto com Impa, chefe da pesquisa de relíquias, assim como os pesquisadores Purah e Robbie, ela trabalhou incansavelmente para desvendar os segredos das antigas relíquias. Ela visitou pessoalmente as terras onde os Campeões estavam praticando em suas Bestas Divinas, tanto para treinar quanto para fazer ajustes nas próprias feras. Ela trabalhou duro em vários projetos diferentes para garantir que eles estivessem preparados para Calamity Ganon com o máximo de contramedidas possível. Ela procurou todas as maneiras concebíveis de salvar Hyrule através da compreensão das relíquias antigas, além de seu treinamento rigoroso. O rei Rhoam, seu pai, não viu valor em sua pesquisa e proibiu seu envolvimento com as relíquias, ordenando-lhe que aumentasse seu treinamento. No final das contas, Calamity Ganon reviveu antes que a princesa Zelda pudesse despertar seu poder de selamento, mas um evento logo depois extraiu toda a extensão de seu poder.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás

Hyrule Warriors: Age of Calamity (SPOILER)

Hyrule Warriors: Age of Calamity é um jogo spin-off da série. Acontece no mundo de Breath of the Wild em uma linha do tempo diferente durante a Calamidade devido ao viajante do tempo Terrako. Alguns fatos não ocorrem em Age of Calamity, por isso não descrevi o que ocorreu nesse Spin-off.

Curiosidades de The Legend of Zelda: Breath of the Wild: #065 - Sobre 100 anos atrás
Faltam 100 dias para The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom

[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Estudante de animação, designer e editor. Apaixonado por automobilismo, jogos e futebol.
Flor Flor