Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

Sinnoh Feudal: uma análise da geografia de Pokémon Legends Arceus

O trailer de Pokémon Legends Arceus nos apresentou uma Sinnoh bem selvagem, o que podemos descobrir sobre esse "novo" antigo mundo?
Sinnoh Feudal: uma análise da geografia de Pokémon Legends Arceus

Uma das gerações mais aclamadas (e um dos remakes mais pedidos) pelos fãs é a quarta geração, que ficou conhecida em 2006 com Pokémon Diamond & Pearl para Nintendo DS. E a região de Sinnoh será representada não só uma vez com os esperados remakes Pokémon Brilliant Diamond & Shining Pearl, pela ILCA Inc., que chegam ainda esse ano, mas duas vezes com a chegada de Pokémon Legends: Arceus, em 2022, pela Game Freak.

Diferente das diversas entradas da franquia, Pokémon Legends: Arceus promete ser um título em mundo aberto. Mas o que isso significa sendo que (em termos) já conhecemos aquela região? Será que teremos lugares de conhecidas cidades desolados e tomados por vida selvagem? E aquela aldeia feudal que aparece no trailer, onde será que fica?

Algumas respostas já tivemos além do trailer, mas ainda temos poucas pistas de como a geografia do lugar estará nesse título. Conseguimos tirar algumas (poucas) conclusões ao analisar o trailer e os jogos anteriores da geração, com uma grande ajuda do canal do Youtube Gamexplain que fez uma análise completíssima sobre todas as paisagens do jogo apresentadas no teaser e que pode ser visto completo, em inglês, por este link.

Mas precisamos ir além e comparar as imagens com o que já sabemos de Sinnoh pelos jogos da quarta geração, o que mudou na querida região Pokémon baseada na ilha japonesa de Hokkaido?

Geografia de Sinnoh

Abaixo é possível comparar as imagens que temos do mapa atual (chamarei de “atual” a região representada nos jogos Pokémon Diamond & Pearl) com o rápido perfil da região feudal (chamarei de “feudal” a região representada em Pokémon Legends: Arceus) apresentada na capa do livro do início do trailer. Temos até uma representação da região atual em estilo do mapa de Galar, de Pokémon Sword & Shield, feita pelo artista Parker Ortolani.

O mapa é praticamente o mesmo, separado ao meio pelo Mt. Coronet, mas, interessantemente, já percebemos algumas diferenças. A direita do mapa temos uma formação terrestre em formato de C que quase não mais existe no mapa atual, que é mais como um L. As ilhas também não aparecem, talvez escondidas pela imagem das nuvens no mapa feudal, possivelmente ainda não descobertas ou exploradas na época em questão.

O ponto central geográfico é o Mt. Coronet, e isso nos dá uma base para analisar algumas imagens do trailer. Sendo muito proeminente ele aparece em diversos flashes mostrados e pode nos dar uma ideia sobre a area em que ele se encontra.

DancingCouches, no DeviantArt, criou um mapa “overworld” com as telas de Pokémon Diamond & Pearl da região de Sinnoh e isso nos ajuda a entender como a geografia da região mudou entre Pokémon Legends: Arceus e os jogos da quarta geração, veja abaixo:

A partir da análise e comparação entre os mapas, vemos que nas regiões próximas ao Mt. Coronet temos alguns rios, e um pequeno lago que faz parte da Amity Square ao norte de Hearthome City. Em algumas imagens do trailer de Pokémon Legends: Arceus podemos verificar alguns corpos de água perto do Mt. Coronet, mas não há muita civilização por ali o que talvez indique que não termos Hearthome City e muito menos a ciclovia da Rota 206.

Ainda sobre o entorno do Mt. Coronet e a possibilidade de não haver civilização pelo menos onde seria futuramente Hearthome City, temos no trailer uma imagem de uma batalha entre o Gallade do jogador e um Garchomp (talvez selvagem) mostrada em 360º. Durante esse clip vemos o que parece ser a base de uma pedra grande que pode ser o próprio Mt. Coronet, o ponto mais algo geográfico da região, e ao lado contrário um corpo de água que apresenta o que parece ser uma pequena ilha ao centro.

Seria esse o lago de Amity Square? Há ainda outra cena no vídeo de gameplay mostrando outra batalha entre um Lucario e um Staraptor que mostra o corpo de água mais de perto, com uma pequena ilha com uma única árvore, podendo indicar ainda mais a semelhança com Amity Square que também tem uma pequena ilha no meio do lago além da grande. Confira só:

Sobre a ciclovia, temos uma imagem logo no início do trailer na mesma região da maioria dos flashes do trailer, e o rio com uma pequena ponte de passagem, o caminho e o relevo com montanhas e árvores pode talvez indicar que ali seria essa futura ciclovia, próxima ao Mt. Coronet, veja só:

Outra indicação da geografia e locais do jogo pode ser inferida a partir da cena da praia com os Piplups. Se você perceber a formação da praia, ela toma quase que um formato de C, e isso a coloca em um dos três pontos possíveis no mapa feudal apresentado no caderno ao começo do trailer (o detalhe ao centro da imagem, aquele arco no meio da água, é muito intrigante inclusive. O que será?). É possível que este seja o lago que também é mostrado no trailer, mas o relevo demonstrado no jogo em volta do lago não corresponde à imagem com os Pokémon pinguins.

A Cidade

No trailer somos apresentados a uma única aldeia feudal, mas qual seria o futuro dessa aldeia? Qual cidade ela virá a se tornar no futuro da história da região? Temos pouquíssimas indicações de onde pode situar a aldeia, sabemos que está rodeada de montanhas em sua entrada e tem uma estrutura de casas linear, que com o tempo pode mudar, então não significa muita coisa.

O Pokétuber Bird Keeper Toby explora algumas possibilidade de qual cidade essa pode ser e umas das mais interessantes é que talvez a aldeia seja no futuro Eterna City. Eterna City é conhecida como uma antiga cidade da região, fica localizada a leste do Mt. Coronet, é circundada por formações rochosas montanhescas, tem casas lado a lado em uma via principal que termina no portal de saída/entrada da cidade.

Há ainda um NPC em Pokémon Diamond & Pearl que afirma que a cidade é antiga. E ainda em Eterna é localizada uma estátua de um Pokémon lendário (em Diamond, é indicado ser Dialga; em Pearl, Palkia; e em Platinum, é uma combinação de ambos), o que pode corroborar com a história da cidade e sua existência em tempos antigos da região. Será que veremos a construção dessa estátua? É interessante ainda lembrar que Professor Oak tem uma casa em Eterna City.

A História

Sinnoh é uma região recheada de mitologia e história e, mesmo estamos no passado, muita coisa “nova” pode ser descoberta. Estamos lidando também com uma história que leva Arceus no nome, ou seja, mitologia e história poderão (com muita certeza) ser o foco central da aventura. Em uma determinada cena do trailer é possível ver ruínas embaixo de uma árvore gigante que aparece em outros momentos também. Essas ruínas demonstram uma civilização ainda mais antiga ao momento em que se passa o jogo. Devemos ter, sem dúvidas, muitos mistérios a encontrar pela região.

Conclusão

Ainda temos poucas (pouquíssimas mesmo) informações de Pokémon Legends: Arceus e a geografia dessa Sinnoh feudal em mundo aberto. O jogo só sai em 2022, então ainda temos tempo para re-conheçer essa região tão amada. Mas até lá, vamos tentando encontrar pistas do tipo de mundo que poderemos encontrar. Vilas feudais antigas, poucas casas e muita, muita vida selvagem. Pokémon Legends: Arceus promete um mundo novo com aquele gostinho de conhecido, e muita exploração e mitologia. O jogo não promete só um mundo incrível, promete uma jogatina divertida e recheada de novidade. Mesmo se passando há anos atrás.

E você está preparado para se aventurar novamente em Sinnoh, mas de um jeito bem diferente? Conte para a gente as suas expectativas do jogo nos comentários abaixo. Aproveita e conta qual sera seu inicial!