Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

[Entrevista] Guilherme, Triplo N fala sobre: Representatividade de minorias, criação de conteúdo e muito mais!

[Entrevista] Guilherme, Triplo N fala sobre: Representatividade de minorias, criação de conteúdo e muito mais!

Olá gamers!!!

Estava com muita saudade de vocês!

Hoje a entrevista será com o Gui do canal “Triplo N”.

Tenho certeza de que vocês vão adorar conhecer um pouco mais sobre esse criador de conteúdo que tem o poder de nos fazer rir. Focado em uma pegada mais cômica sobre o mundo dos games, Gui é mago que nos leva a um mundo mais leve.

Project N – Gui, peço que se apresente para os nossos leitores para que possamos iniciar a entrevista.

Triple N Oi, eu sou o  Guilherme Castro e esse é o Triplo N…. não, não é o Triplo N, é o Project N! E eu tô aqui super orgulhoso em dar essa entrevista pra um portal que eu tenho tanto carinho! Me apresentando: eu tenho um canal no YouTube que é de humor gamer, no qual eu quero rir COM a Nintendo e com games em geral, não DA Nintendo e dos jogos! Comecei o canal em janeiro desse ano e eu creio que estou indo bem,  mais ou menos no meio da segunda temporada e começando o planejamento da terceira! Antes de tudo eu quero agradecer ao portal por me dar esse espaço pra eu mostrar um pouco do meu trabalho, e eu espero que gostem da entrevista!

[Entrevista] Guilherme, Triplo N fala sobre: Representatividade de minorias, criação de conteúdo e muito mais!
Guilherme (Triplo N).

Project N  Em um vídeo recente publicado no canal você informa que irá abordar temas com uma pegada mais cômica. A que se deve essa mudança?
Triple N Dois motivos: um é que o mundo ja está muito pesado. Muita coisa triste acontecendo, especialmente com a pandemia rolando solta por ai. O segundo motivo é que eu não via muita gente fazendo humor sobre games por ai. Tem muito canal informativo, cada um com seu estilo, mas de humor, de rir com os games que a gente ama? Não vi nenhum, e por que não ser eu? Eu tenho um histórico bom de comentar reality shows de forma divertida, por que não levar isso pro mundo dos games?

Project N  Qual foi a motivação para criar um canal focado em Nintendo?
Triple N Dois motivos também: eu me identifico muito com os valores da Nintendo de ter jogos para toda a família. Jogos acessíveis, que priorizam a diversão. Tem o fato de que eu também só tenho o Nintendo Switch, mas mesmo quando eu tinha outros consoles, eles ficavam pegando poeira na sala, então talvez meu negocio seja realmente Nintendo mesmo.

Project N  Em um cenário com tantos canais abordando um mesmo tema, quais desafios e dicas você poderia citar para que um novo canal consiga destaque?
Triple N Meu principal conselho é: seja você mesmo. Pode parecer tentador tentar “emular” o formato de um criador grande, mas aí que é o “x da questão”: você acaba não sendo você mesmo. Mostra quem você é, se humanize, mostre que tem uma pessoa de verdade, com sentimentos por trás da imagem de “criador de conteúdo”. Com isso o público acaba se conectando a você e resulta na parte mais legal disso tudo: fazer amigos!

Project N  A E3 está praticamente a nossa frente! Quais as suas expectativas quanto a revelações por parte da Nintendo?
Triple N Eu quero que revelem mais coisa do Breath of the Wild 2, né? Mas acho bem difícil. Espero mais informações de Pokémon Brilliant Diamons/Shining Pearl e Pokémon Legends: Arceus. Esse ano é aniversário de Zelda, Pokémon e Donkey Kong, o mínimo que eu quero são coisas boas dessas três franquias.

[Entrevista] Guilherme, Triplo N fala sobre: Representatividade de minorias, criação de conteúdo e muito mais!

Project N  Você iniciou seus trabalhos no mundo gamer através da twitch a tempos atrás e agora utiliza apenas o Youtube. Você acredita que o YouTube seja hoje a ferramenta de mais fácil acesso e disseminação de informações?
Triple N Pra informar e entreter, talvez o YouTube seja a ferramenta mais acessível pra isso, apesar de hoje em dia termos pelo menos no mundo gamer, uma outra ferramenta a altura: a Twitch. Já que o YouTube não costuma entregar muito gameplays, isso foi migrado pra Twitch. Eu mesmo já fiz MUITA live lá, mas hoje em dia eu não tenho mais o pique e a vontade de fazer. Preferi focar no YT, que é bem mais meu estilo, e onde eu me divirto mais produzindo, sem a pressão e a competição da Twitch.

Project N  Em um outro artigo falei sobre a importância da representatividade da mulher no mundo gamer. Creio que essa pauta deva ser estendida à representatividade da comunidade LGBTQIA+, muitas vezes invisibilizada neste meio. Como você interpreta esse cenário e qual é a sensação de ser um rosto conhecido ocupando esse espaço?
Triple N Uma coisa interessante é que a comunidade Nintendo acaba sendo mais aberta a pessoas LGBTQIA+, tanto que temos grandes criadores que são dessa comunidade. Talvez o motivo disso seja o fato dos jogos da Nintendo não serem tão focados na masculinidade, tanto em personagens quanto em gameplay. É interessante eu pensar que já sou conhecido! (risos) Mas ficaria feliz em saber que só a minha existência, e a existência de um material feito por um casal de homens pode estar quebrando um ou outro tabu dentro da comunidade gamer. Além de ser um homem gay, eu também sou uma pessoa não-branca e neuroatípica, que também são minorias que precisam de mais visibilidade dentro da comunidade gamer, e saber que tenho um espaço pra falar sobre esses assuntos é muito importante.

[Entrevista] Guilherme, Triplo N fala sobre: Representatividade de minorias, criação de conteúdo e muito mais!
Guilherme e seu marido Rodolpho

Project N  Seus vídeos sobre bugs são Hilários kkk me divirto muito assistindo eles e pelo que percebo você também se diverte no processo de criação/gravação. Pode contar um pouco de como é o seu processo criativo?
Triple N Primeira coisa que precisamos saber é que eu não sou todo o Triplo N! Eu faço os roteiros e apresento, mas dentro da nossa rotina de produção tem mais gente envolvida. Tem o Rodolpho, que além de ser meu marido, é o editor do canal, e eu tenho um grupo de amigos que nos ajudam com as pautas. Nossa rotina começa às quintas, que é quando rola uma “reunião de pauta”. Na sexta, eu escrevo o roteiro, podendo estender pra sábado. Sábado geralmente eu descanso. Domingo às seis da manhã é meu dia de gravação. Por que tão cedo? Eu moro de esquina numa rua bem movimentada. Único horário que não passa muito carro é nesse horário mesmo: domingo, seis da manhã, mas já tive que lidar com som de GALINHAS CACAREJANDO em vídeos meus! Segunda é dia de edição, e terça é dia de divulgação. Quarta é lançamento de vídeo! Essa é a nossa rotina. Geralmente pra escolher o tema eu penso em experiências que as pessoas tem com jogos, não necessariamente jogos em si, como por exemplo, “momentos assustadores em jogos que não são de terror” ou “jogos que envelheceram bem”. De vez em quando eu quero mandar um pouco de deboche, então esperem por “jogos ruins que venderam bem” e “jogos que envelheceram mal também”.

Project N  Estou muito curioso sobre qual seria a sua franquia favorita. Conta pra gente ?
Triple N Num geral eu fico entre Resident Evil, Sonic e Pokémon. Resident Evil por causa da lore extremamente rica, Sonic por eu gostar muito de velocidade e por nostalgia e Pokémon por eu jogar bastante no meio competitivo (olha, algo sobre mim que nunca comentei por aí!)

Project N  Qual game está jogando atualmente?
Triple N Infelizmente uma versão não muito boa do meu jogo favorito: The World Ends With You: final remix. Se forem jogar, joguem a versão de DS, sério, as versões full touch são terríveis!

[Entrevista] Guilherme, Triplo N fala sobre: Representatividade de minorias, criação de conteúdo e muito mais!

Project N  Podemos aguardar novidades no canal Triplo N? Alguma que possa adiantar?
Triple N Eu comecei um novo projeto chamado N Histórias, onde eu chamo alguns convidados pra eles contarem historias das vidas deles sobre games. É um projeto que tem como principal objetivo fazer com que a comunidade conheça melhor os criadores de conteúdo. Geralmente chamam os criadores pra falar ou sobre o trabalho deles ou sobre games em geral, o diferencial do N Histórias é chamar os criadores pra falar deles, das historias e experiências deles. Tenho também a meta de chamar criadores que eu sei que são gamers, mas que não fazem conteúdo sobre games, chamar criadores de games, mas não necessariamente Nintendo! O projeto teve já o primeiro episódio, mas o segundo que era pra ser na sexta foi adiado, já que eu e o Rodolpho testamos positivo pra COVID-19, e precisamos ficar de repouso, mas enquanto isso estamos focando no planejamento, então quando voltarmos, vai ser com TUDO!

Project N  Onde podemos encontrar mais do seu trabalho?
Triple N Meu foco total pra games é o YouTube, mas dá pra me conhecer melhor nas outras redes sociais: no twitter vocês vão me ver falando de games de vez em quando, mas também vão me ver compartihando receitas vegetarianas, e comentando reality shows (inclusive eu tenho muita vontade de fazer um canal de reality shows!) e no instagram vão ver muita foto de receita e eu reclamando do mundo nos stories! Twitch eu não uso mais, nem facebook. Eu também tenho vontade de escrever reviews de games, mas no momento não estou em nenhum site pra escrever, inclusive, Project N, me contrata pra reviewer!

Project N  Qual mensagem você gostaria de deixar para os nossos leitores?
Triple N Joguem videogame! Divirtam-se! Games são uma forma de arte muito rica, que merece ser muito enaltecida por ai! Acompanhem tanto meu conteúdo quanto o conteúdo aqui do Project N, que eu sei que é feito com todo o carinho! E pra finalizar é um pedido, uma dica: pessoas, não sejam toxicas nas redes sociais. Estamos numa fase do mundo muito difícil e ser tão bélico assim nas redes sociais só faz muito mal. E pra finalizar: FIQUEM EM CASA! Se não puderem ficar em casa, usem a máscara PFF2 para não pegar Covid e ficar todo zoado que nem eu tô!

Desejo melhores para o Gui e o Rodolpho que são dois lindos e atenciosos.

Meus leitores amados, se cuidem! O mundo está uma bagunça e eu preciso fazer esse pedido a todos vocês. Eu realmente me importo com vocês e desejo que todos fiquem bem.

Um beijo e um abraço. Até próxima.


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

David Esquivel
Carioca cheio de energia que começa mil jogos ao mesmo tempo e depois se pergunta: como eu vim parar aqui nesse RPG? Instagram: @david.o.esquivel Twitter: @David_Holiver