GameStop demite funcionário por vazar Nintendo Switch OLED de Zelda: Tears Of The Kingdom

GameStop demite funcionário por vazar Nintendo Switch OLED de Zelda: Tears Of The Kingdom

No final de março, a Nintendo anunciou que lançaria um modelo oficial de Switch OLED de The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom. Embora fosse para ser um momento surpreendente para os fãs, a unidade já havia vazado online.

Agora, em uma atualização, foi revelado que um dos indivíduos que participou desse vazamento foi demitido de seu emprego. De acordo com Kotaku, o indivíduo conhecido simplesmente como ‘Mike’, era um funcionário da GameStop que compartilhou uma foto do banco de dados de inventário da empresa após o vazamento inicial em dezembro – especulando que o sistema seria revelado antes do novo trailer de jogo da Nintendo para Tears of the Kingdom.

Aproximadamente duas semanas após o showcase, Mike foi demitido dia 11 de abril. O que fica interessante são as alegações de que a Nintendo rastreou o vazamento até Mike por meio de seu Reddit e contas de mídia social associadas e “forçou a mão da empresa, exigindo que o funcionário fosse demitido devido ao vazamento”. Outro funcionário supostamente corroborou a conta de Mike para Kotaku.

Mike aparentemente não achou que teria problemas, então ele “não estava realmente” tentando cobrir seus rastros ao longo do caminho. Durante o telefonema de sua rescisão, o gerente de Mike disse a ele “esta é sua empresa favorita e agora eles te odeiam”.

Estudante de animação, designer e editor. Apaixonado por automobilismo, jogos e futebol.
Flor Flor