Project Retrô – Super Princess Peach: A Revolução Feminina no Reino do Cogumelo

Super Princess Peach
Super Princess Peach

No início do universo dos games, poucas personagens femininas tiveram a oportunidade de brilhar como protagonistas em suas próprias aventuras. Com o passar do tempo, essa questão começou a ser melhor trabalhada por profissionais da indústria, e com isso, grandes obras e heroínas inesquecíveis passaram a fazer parte do “hall da fama” dos personagens memoráveis dos jogos.

Super Princess Peach

Super Princess Peach, nosso game retrô em pauta, foi lançado para Nintendo DS em 2005, e quebra o tão conhecido paradigma da donzela em perigo ao colocar a Princesa Peach no centro da ação. Desenvolvido pela TOSE Software Co. em colaboração com o Nintendo SPD Group No.2 e publicado pela Nintendo, este título é um marco na história dos jogos de plataforma.

Lançamento e Enredo

A produção de Super Princess Peach foi um movimento estratégico da Nintendo para diversificar seu portfólio de personagens e atrair um público mais amplo. Lançado inicialmente no Japão em outubro de 2005, seguido por lançamentos internacionais, o jogo foi recebido com entusiasmo por oferecer uma perspectiva diferenciada e alternativa na série Mario.

O gênero do título, plataforma, é conhecido por sua jogabilidade focada em saltos precisos e exploração de ambientes variados, e Super Princess Peach não decepciona nesse aspecto.

Project Retrô - Super Princess Peach: A Revolução Feminina no Reino do Cogumelo
Super Princess Peach

Diferente dos títulos anteriores da franquia, onde Mario é o herói salvador, Super Princess Peach inverte os papéis. Peach é a heroína que deve resgatar Mario, Luigi e os Toads, sequestrados por Bowser e levados para a Vibe Island. Armada com um guarda-chuva mágico chamado Perry, Peach usa seus poderes únicos para superar obstáculos e derrotar inimigos, oferecendo uma narrativa empoderadora e original.

Dados Técnicos

A jogabilidade de Super Princess Peach é uma mistura de elementos clássicos com inovações. Os jogadores controlam Peach através de oito mundos vibrantes, utilizando suas emoções (alegria, tristeza, calma e fúria)  para ativar habilidades especiais. Essas emoções são representadas de maneira lúdica e são essenciais para a progressão no game, adicionando uma camada de estratégia e profundidade raramente vista em obras do gênero.

Project Retrô - Super Princess Peach: A Revolução Feminina no Reino do Cogumelo
Super Princess Peach

Visualmente, o título é uma festa para os olhos, com gráficos coloridos e detalhados que aproveitam ao máximo as capacidades do Nintendo DS. A arte sonora não fica para trás, com uma trilha sonora cativante que complementa perfeitamente a ação na tela, mantendo o jogador imerso no mundo de Peach.

Fim da Linha

A crítica especializada recebeu Super Princess Peach de braços abertos, elogiando sua abordagem inovadora e a inclusão de uma protagonista feminina forte. O jogo foi saudado por sua capacidade de manter a essência da franquia Mario, ao mesmo tempo em que introduzia mecânicas novas e refrescantes que desafiavam as convenções do gênero.

Project Retrô - Super Princess Peach: A Revolução Feminina no Reino do Cogumelo
Super Princess Peach

Super Princess Peach é mais do que apenas um jogo, é uma declaração de que as heroínas têm tanto espaço no mundo dos jogos quanto seus contrapartes masculinos. Com uma jogabilidade envolvente, uma história inspiradora e uma produção de alta qualidade, este título permanece como um exemplo brilhante de inovação e diversidade na indústria dos videogames.


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Gamer desde sempre e redator por diversão
Triforce Triforce, Estrela Estrela