Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

The Legend of Zelda – A Timeline Completa (Parte 2: The Minish Cap)

The Legend of Zelda - A Timeline Completa (Parte 2: The Minish Cap)

Hoje a gente vai dar uma continuidade a série de vídeos que vão contar a história da linha cronológica de uma das maiores sagas da Nintendo: The Legend of Zelda. O primeiro game da ordem cronológica foi The Legend of Zelda: Skyward Sword, e hoje a gente vai dar prosseguimento com The Legend of Zelda: The Minish Cap.

Perdeu alguma parte da Timeline? Confira ao final da matéria links para todas as partes já publicadas

Pra vocês entenderem melhor como as coisas fluem nos jogos de Zelda, The Minish Cap é a continuação de Skyward Sword. Ele se passa na única linha do tempo que existe antes da divisão que rola em Ocarina of Time. Mas logo logo a gente chega nessa parte. Bora lá pra The Minish Cap.

Vídeo Original de 12/07/2020

Após os acontecimentos de Skyward Sword e antes de Minish Cap, aconteceram dois eventos extremamente importantes. A Era do Caos e a Era da Prosperidade.

Era do Caos

A Era do Caos começa vários anos, após os eventos da Skyward Sword, no que era conhecido como Era do Céu. Esta era envolve a selagem do SACRED REALM.. ou Reino Sagrado.

The Legend of Zelda - A Timeline Completa (Parte 2: The Minish Cap)

O Reino Sagrado é o lugar de descanso eterno da Triforce. Depois que as três deusas douradas, Din, Nayru e Farore, terminaram de criar Hyrule, elas partiram de sua criação. O local onde as deusas desceram tornou-se conhecido como o Reino Sagrado. No centro desta Terra Dourada, havia um santuário, o Templo da Luz. É aqui que a Triforce, a relíquia mais poderosa de todo o Hyrule, foi colocada em repouso.

É dito que se um bom coração entrar no Reino Sagrado, a Terra Dourada seria um lugar pacífico, sereno, de beleza e paz. No entanto, se o coração de alguém que era mau entrasse no Reino Sagrado, ele se tornaria um Mundo Negro poluído e o mal inundaria as terras. A única maneira de expurgar o Reino Sagrado do mal seria se alguém com um coração puro tivesse coragem de desafiar o maligno. Se derrotada, a Terra Dourada retornaria ao seu estado anterior.

Pois bem, depois que as notícias foram divulgadas sobre o poder supremo conhecido como Triforce. Muitas pessoas cobiçavam esse poder, e era Rauru que tinha a missão de eventualmente selar o reino.

Surface World

Pós-Skyward Sword e depois da derrota de Demise, o mundo da superfície que as Deusas criaram ficou conhecido como Hyrule. Isso foi em relação à deusa que anteriormente governava a terra, Hylia. É importante dizer que neste momento, hyrule ainda não é um reino!

As pessoas que desceram do céu passaram a ser conhecidas como Hylians. Esta raça antiga nasceu com características distintas, como as conhecidas orelhas pontudas. Dizia-se que esses recursos lhes permitiam ouvir mensagens dos deuses. Diz-se também que os Hylians nasceram com um poder misterioso.

Hyrule In Chaos

Os Hylians se estabeleceram na superfície após a derrota de Demise. Ele continuou sendo um lugar pacífico por muitos anos, até que uma nova Era estava prestes a começar, uma Era cheia de Caos. Pelos contos e folclore antigos, a notícia se espalhou pelo poder sagrado conhecido como Triforce. Muitas pessoas procuraram reivindicar domínio sobre esse grande poder e parecia que o caos não tinha fim.

Selagem do Reino Sagrado

Um dos Seis Sábios que jurou proteger Hyrule, Rauru, o Sábio da Luz, decidiu pôr um fim ao caos. Ele pretendia selar a Triforce dentro do Templo do Tempo, para esconder a única entrada conhecida no Reino Sagrado. Protegendo ainda mais a entrada do reino estava a Master Sword e as três Pedras Espirituais. As pedras eram a chave para destrancar a Porta do Tempo, onde estava o Pedestal da Espada Mestre. Dentro do próprio Reino Sagrado estava o Templo da Luz, este é o local onde a Triforce permaneceu, guardada pelo próprio Rauru.

The Legend of Zelda - A Timeline Completa (Parte 2: The Minish Cap)

E é aqui que se inicia..

A Era da Prosperidade

A Era da Prosperidade é marcada pelo estabelecimento do Reino de Hyrule, pelas pessoas nascidas de descendência da Deusa Hylia. A família real de Hyrule também foi estabelecida durante essa época. Essa família se encarrega de proteger o Triforce e constrói o Castelo de Hyrule, perto do Templo do Tempo, para vigiar a relíquia lendária. A Família Real também reforça o sigilo sobre o Triforce.

Devido aos seus fortes laços de sangue com a deusa Hylia, muitos membros da família têm poderes especiais. Zelda, o nome da primeira encarnação humana de Hylia, é um nome comum entre as rainhas Hylians.

E com o reino estabelecido, finalmente entramos na…

A Era da Força

Há muito, muito tempo… Quando o mundo estava prestes a ser engolido pela sombra… Um pequeno Picori apareceu do céu, trazendo ao herói dos homens uma espada e uma luz dourada. Com sabedoria e coragem, o herói expulsou a escuridão. Quando a paz foi restaurada, o povo consagrou essa lâmina com muito cuidado.

E assim se inicia The Legend of Zelda: The Minish Cap.

The Legend of Zelda - A Timeline Completa (Parte 2: The Minish Cap)

Essa lenda do início conta que estas criaturas deram a um garoto um traje verde, uma espada e uma luz dourada brilhante para afastar a escuridão. Eles estavam falando na verdade da Picori Blade e a Light Force. Que foi entregue para o Herói dos Homens. Este Herói selou os seres malignos em um baú e fechou ele com a Picori Blade. Mas isso foi muitos anos antes do jogo começar.

Para comemorar esse evento, os cidadãos de Hyrule criaram um festival. Esse festival ficou conhecido como o Festival de Picori e era realizado uma vez por ano e era um grande evento para os cidadãos de Hyrule. E durante esse festival, eles sempre realizavam um torneio de espadas. O vencedor deste torneio ganharia o direito de tocar na Picori Blade.

No centésimo aniversário do Festival Picori, nós conhecemos a história de um Minish chamado Vaati. Ele estava corrompido e estava em busca de poder. Mas ninguém sabia de onde ele tinha vindo. Ele venceu o torneio de espadas e, durante a cerimônia de premiação, ele quebra a Picori Blade e abre o Baú na esperança de encontrar a Light Force.

Mas ele não achou. Com isso, ele acabou liberando novamente aqueles seres malignos que assombraram Hyrule cem anos atrás.

Pra piorar a situação, ele acaba transformando Zelda em pedra. Mas ele decidiu sequestrar ela quando ele descobriu que era ela que era a Light Force que ele tanto buscava. É nesse momento que encontramos com nosso herói Link. Link, era um aprendiz de ferreiro e era amigo de Zelda desde sempre.

Ele foi recrutado pelo rei Daltus para reformar a Picori Blade e quebrar a maldição de Zelda. Também era muito especial, pois era a única criança que podia ver os Picori. Link partiu em busca de descobrir como consertar a Picori Blade e salvar Hyrule. Em sua jornada, ele encontra Ezlo, um sábio Minish e que um dia já foi mentor de Vaati. Mas Link ainda não sabe que Ezlo é um Minish.

Com Ezlo, Link descobre que Vaati ganhou seu poder quando ele roubou o chapéu do mago. Esse chapéu era conhecido como Minish Cap (ou o Chapéu Minish). Mas esse chapéu não é um simples chapéu. Não, meus amigos Ele pode conceder um desejo a qualquer pessoa que use ele. Elzo contou a Link que o desejo de Vaati era se tornar um poderoso feiticeiro.

Com a ajuda de Ezlo, Link recupera os quatro artefatos elementares que são necessários para restaurar a Picori Blade. Link leva estes artefatos ao Elementary Sanctuary, que é a porta de entrada para a terra natal dos Picori. No santuário, Link utiliza os elementos para criar a Four Sword, que vai ser capaz de derrotar Vaati e libertar Hyrule de todo o mal causado por ele.

Após criar a Four Sword, Vaati transformou Hyrule em Dark Hyrule Castle, a dungeon final do jogo. Link luta com Vaati antes que ele possa drenar de Zelda toda a Light Force que está dentro dela. Se ele conseguisse, Zelda morreria.

Após várias transformações de Vaati, Link consegue derrotar ele e libertar Zelda. Quando Link e Zelda fogem do castelo, que agora está em colapso, eles decidem ir para o Elementary Sanctuary. Mas no meio do caminho eles encontram novamente com Vaati. Ele havia se transformado novamente. Depois que Vaati é derrotado, Ezlo retorna à sua forma original de Minish.

Link consegue recuperar o Chapéu Minish e entrega ele diretamente para Zelda. E se vocês se lembram, este chapéu era capaz de conceder ao seu portador um desejo. Com ele, é possível que Zelda combine a magia do pedido do chapéu com a Force Light dela para que ela peça que o povo nunca tenha sido amaldiçoado por Vaati. Após o pedido ser feito, todo o reino de Hyrule voltou ao normal. O castelo foi reconstruído. E tudo estava como antes.

O chapéu libera todo o poder da vida, e desaparece depois que o desejo foi concretizado. Ezlo dá a Link um novo chapéu que se parece muito com o Chapéu Minish e diz a Link que foi muito bom viajar com ele, mas que era hora de ir. O jogo termina com Ezlo voltando ao Elemental Sanctuary e podendo finalmente voltar para o Mundo dos Minish. A porta se fecha e Link não sabe se veria Ezlo novamente.

E mais uma vez, Hyrule foi salva graças a Link!


Timeline Completa


Escrito e Editado pela Equipe Coelho no Japão em parceria com o site Nerd Week


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]