Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?
Family BASIC: quase 40 anos antes de Game Builder Garage a Nintendo já lançava um criador de jogos

Family BASIC: quase 40 anos antes de Game Builder Garage a Nintendo já lançava um criador de jogos

Que inclusive inspirou o criador de uma das maiores franquias atuais.
Que inclusive inspirou o criador de uma das maiores franquias atuais.

A Nintendo sempre teve sua parcela de educativa além do entretenimento, diversos de seus personagens já protagonizaram jogos que buscavam ensinar as crianças. Mas também ensinar a jovens e adultos, como deve ser o caso do recém anunciado Game Builder Garage, que vai além do desenvolvimento front-end (já que a mecânica interna do game já é toda pré-definida) apresentado na franquia Super Mario Maker, e ensina sobre programação de jogos, mostra ao usuário como criar esses jogos e você ainda pode compartilhar suas criações.

Family BASIC: quase 40 anos antes de Game Builder Garage a Nintendo já lançava um criador de jogos

Mas essa não é a primeira vez que a Nintendo brinca de ensinar programação. Family BASIC foi uma dessas primeiras tentativas e incentivos da Nintendo a jovens programadores. Lançado em Junho de 1984 para o Famicom no Japão, Family BASIC acompanhava um teclado e um manual para ensinar os fundamentos básico da linguagem de programação NS-HUBASIC, uma versão customizada de BASIC criada pela Nintendo, Sharp e Hudson Soft. E o jogo finalizado ainda poderia ser salvo em um cartucho através de outros periféricos de gravação como, por exemplo, o Famicom Data Recorder.

O “jogo”, mesmo não sendo tão user-friendly e ser bem rudimentar para uma boa ferramenta de criação de jogos, vendeu mais de 400.000 unidades no Japão e continha muitos assets de jogos clássicos da Nintendo como Donkey Kong e Mario para utilização. Koji Kondo, compositor famoso pelos trabalhos em The Legend of Zelda e Super Mario, tem uma seção escrita no manual que acompanhava o jogo com instruções para programar músicas nos games. E o jogo ainda inspirou Satoshi Tajiri, criador de Pokémon, no seu primeiro trabalho no mundo dos jogos, usando Family BASIC para entender o Famicom e criar o jogo de estreia Quinty de sua nova empresa Game Freak.


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

Neto Verneque
O corpo do Mario. A sociabilidade do Link. A fome do Kirby. E tão vencedor na vida quanto o Ash Ketchum.