Ei Nintendista! Já ouviu o último episódio do nosso podcast?

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as “cores” desse Mestre Pokémon

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as "cores" desse Mestre Pokémon

안녕하세요 여러분

Hello Hello Babies! Como vocês estão? Espero que bem. O tio aqui estava um pouco afastado das publicações no portal devido a agenda de trabalho e compromissos com a pós-graduação, PORÉM, hoje trago uma entrevista com um cara NOTA 10! É claro que estamos falando do nosso queridíssimo Sr. Camaleão (como não amar?). Espero que vocês aproveitem essa entrevista para conhecer um pouco mais sobre essa pessoa tão carismática. LET’S GO!

Olá pessoal do Project N, é uma honra estar aqui para conversar um pouco com vocês, espero que todos estejam bem! Me chamo Marcos, mais conhecido como Camaleão e tenho um Canal de Pokémon no Youtube a 8 anos. 🙂 Fui convidado para bater esse papo bacana e confesso que até atrasei um pouquinho rs, Gomenasai vamos lá!

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as "cores" desse Mestre Pokémon
Camaleão


Project N – Qual a sua geração favorita de Pokémon?

Camaleão – Sempre foi um mistura de sensações esse lance de qual meu favorito, seja Pokémon ou geração, pois cada geração teve um momento especial na minha vida e acabo sempre entre três gerações. A primeira a quarta e a sexta geração. Bom a primeira geração, foi aonde tudo começou, a quarta foi quando eu voltei para Pokémon com tudo e o lance do wi-fi nos jogos mudou muito a forma de interagir, o que me agradou ainda mais! Ainda temos a sexta geração, por outro lado tem um papel mais simbólico pelo fato de ser a época que eu comecei meu canal no YouTube. Mas eu não posso negar que a quarta geração é a que eu mais gosto. Infernape, Dialga e Cynthia tem um espaço reservado eternamente no meu coração!

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as "cores" desse Mestre Pokémon
Camaleão com os jogos: Pokémon Diamond e Peral.


Project N – Qual game está jogando atualmente?

Camaleão Pokémon Unite haha, não tem como né? Pokémon Unite é um jogo que eu estou amando jogar, mas estou começando a jogar Tales of Arise e recomendo muito. Estou louco para jogar o novo Mario Party também, só esperando lançar!

Project N – Quais as suas expectativas para o Pokémon Legends: Arceus?

Camaleão – Bom, eu diria que muito positivas, pois o game é tudo o que eu esperava em Pokémon Sword & Shield, acredito que ver um Pokémon aos moldes de The Legend of Zelda: Breath of the Wild era o sonho do pokéfã nessa geração. Penso que serei incapaz de criticar Legends, justamente pelo fato de ser um sonho se realizando, e ver a Game Freak sair da zona de conforto é sempre bom. Então me mantenho otimista, julgo que vai ser jogão!

Project N – Qual foi a motivação para criar um canal focado em Pokémon?

Camaleão – Quando eu criei o canal eu confesso que eu estava em um momento muito difícil da minha vida, havia largado meu emprego e estava me sentindo um pouco solitário, então queria me ocupar e não ficar pilhando pensamentos negativos. O canal foi uma oportunidade de falar sobre Pokémon, sempre quis um canal aonde as pessoas fossem se informar! A ideia de ser um canal de notícias me agradou, após um tempo o anime começou a ser mais presente no canal e hoje falo bastante das aventuras do Ash. Gosto dessas mídias, acho legal ver como o universo Pokémon pode ser fantástico!

Project N – A opinião dos fãs foi mista sobre o estilo artístico adotado para os remakes de Pokémon Brilliant Diamond e Shinning Pearl. Qual a sua opinião?

Camaleão – Bom, sobre a opinião dos fãs? Eu penso que todos esperavam um remake aos moldes de Sword & Shield, respeitando os gráficos da geração atual. Mas confesso que achei um charme, a história seria a mesma, configurada ou não aos moldes gráficos da geração eu não me importo tanto. Eu realmente gostei dos gráficos, mas confesso que inicialmente achei os protagonistas esquisitos. Ainda sim, acho justo parte do fandom não curtir, existe obviamente um argumento sólido pelo desgosto, mas vou esperar lançar e depois venho com as críticas, até agora eu gostei.

Project N – Apesar do expressivo número de vendas de Pokémon Sword & Shield, não foi possível deixar de notar a massiva quantidade de críticas a respeito do corte da Dex, texturas em baixa qualidade, narrativa, Wild Area, dentre outros… Como você avalia o jogo por completo?

Camaleão – Eu acho ele um jogo convidativo para novos fãs e jogadores que abandonaram Pokémon no meio de tantas gerações. Pokémon Sword & Shield foi um jogo que deu cara nova para os ginásios e até mesmo para os gráficos. A Dex é interessante e eu me diverti jogando. Mas não acho que ele é um jogo para o fã, aquele fã que compra os jogos toda geração, as vezes compra até as duas versões. Eu julgo que de certa forma como fã, nós ficamos meio que deixados de lado em alguns pontos, um exemplo foi o corte da Dex e as justificativas em entrevistas, que depois não foram tão compatíveis assim. Ver o Pokémon seguindo nas DLCs e não encontrar eles no jogo base me deixou frustrado. Minha crítica maior ao jogo inicialmente é algo que eu sempre achei sobre Pokémon, eu tiro de você e te devolvo como feature “exclusiva”. Por outro lado, essa geração trouxe DLC e não um jogo novo com o conteúdo adicional. Gostei disso.

Project N – Qual seria o seu Dream Team e qual o motivo da escolha?

Camaleão – Infernape, Pidgeot, Kecleon, Umbreon, Mimikyu e Orbeetle. Não parece ser um time tão forte, mas vai mais por uma questão de gosto mesmo. Infernape é um dos meus iniciais favoritos, Pidgeot é o pássaro das primeiras rotas que eu mais gosto, Kecleon é um dos meus Pokémon favoritos, Umbreon a mesma coisa meu favorito e shiny favorito, Mimikyu foi um dos Pokémon que mais me chamou atenção em Pokémon Sun & Moon e Orbeetle consegue virar um disco voador no Gigantamax, eu amo discos voadores e todo esse papo de alienígena.

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as "cores" desse Mestre Pokémon
Camaleão e Mimikyu

Project N – Que você é um fã de Pokémon isso todos nós sabemos, mas poderia nos contar como foi o seu primeiro contato com a franquia?

Camaleão – Quando eu era criança tive contato com o jogo e o anime ao mesmo tempo, mas o anime foi o meu primeiro contato de fato, nunca vou esquecer a estreia de Pokémon, eu nem sabia o que eu ia assistir, só estava lá vendo aquele monstrinho amarelo sendo sacana com um menino e os dois vendo um pássaro lendário no céu. Acredito que ali naquele momento foi o que chamamos “paixão a primeira vista”, o anime me conquistou.

Project N – Sabemos que a Nintendo não é a responsável pelo desenvolvimento dos jogos de Pokémon e sim a Game Freak, isso no caso dos jogos principais, pois temos outras empresas administrando Pokkén, Pokémon Unite, dentre outros… Você acredita que a Nintendo caso fosse a responsável pelo desenvolvimento dos jogos de Pokémon teríamos games da franquia mais próximos do que os fãs vem pedindo há alguns anos?

Camaleão – Eu penso que não, eu acredito que Pokémon é uma saga de passos de tartaruga e ela não tem a intenção de ser tão futurística e obedecer os padrões dos jogos de uma geração de console. Ainda acredito que futuramente veremos Pokémon regredir para o 2D ou aqueles pixels 3D, isso ainda é muito a cara de Pokémon! Pokémon sempre esteve conectado a perspectiva e não gráficos poderosos. É o ato de você montar seu time e fazer sua história.

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as "cores" desse Mestre Pokémon
Camaleão

Project N – Qual o game de Pokémon que você menos gosta?

Camaleão – Sun & Moon! Eu adoro jogar várias vezes um jogo e Sun & Moon foi o jogo que eu menos joguei, claro o canal me forçou a jogar mais vezes em gameplays extras, mas eu me sentia cansado. Acho a sétima geração ótima, mas me sinto cansado ao jogar, sabe aquele jogo que você tem vontade de jogar e alguns minutos depois você desiste? Então essa é a minha sensação com Sun & Moon. Não me levem a mal, não acho o jogo ruim só acho cansativo então acaba sendo o que eu menos gosto.

Project N – O anime de Pokémon (Pokémon Jornadas em Português, disponível na Netflix) está cheio de fanservice (o que eu particularmente gostei). Como você enxerga a nova abordagem que o anime adotou (tendo o foco dividido entre Ash e Go, revisitando antigas cidades e regiões)?

Camaleão – É um momento único que não vai durar para sempre. Quem está criticando no meu ponto de vista, está esquecendo todas as críticas feitas a fanservice nas últimas sagas. Eu penso que jornadas está tentando conversar com os fãs antigos e não com os novos, claro ainda existe toda a carga de merchandising ou seja, é um anime comercial, sempre foi e sempre será, ainda tem um público alvo.

No entanto, eu penso que o anime vem se esforçando para se reconectar ao passado do Ash, rever amigos do passado entregar mecânicas que ele não conquistou, tudo isso é importante e acredito que os fãs que criticam estão perdendo uma fase que vai acabar em algum momento. Toda semana é uma ‘hype’, uma novidade, então eu estou aproveitando e adorando as abordagens, não são perfeitas, mas Pokémon é sobre isso, nós elogiamos e criticamos, haha.

Project N – Podemos aguardar novidades no seu canal? Alguma que possa adiantar?

Camaleão – Sim! Olha não posso falar tanto, mas muitos quadros antigos vão retornar ao canal e eu vou começar um ‘podcast’!

Project N – Onde podemos encontrar mais do seu trabalho fora do YouTube?

Camaleão – Na twitch.tv/canaldocamaleao é aonde você pode me ver fora do YouTube, lá me sinto mais livre e nós falamos muita besteira, mas é o lugar que mais fico depois do YouTube, como são lives nós temos um contato mais próximo. Espero trazer conteúdos Nintendo lá, além de Pokémon.

Project N – Qual mensagem você gostaria de deixar para os nossos leitores?

Camaleão – Quero agradecer o espaço e o pessoal que leu até aqui, Pokémon faz parte da minha vida de uma forma bem especial e acredito que muitos aqui também tenham essa ligação especial com Pokémon. Muitos podem achar infantil gostar de Pokémon ou de jogar vídeo games, aproveitando o dia das crianças aproveito essa frase que eu gosto muito: “se não posso voltar para os tempos de infância, então que eu seja uma eterna criança”

[Entrevista] Camaleão: Conheça todas as "cores" desse Mestre Pokémon
Camaleão

E chocando um total de zero pessoas, o nosso querido Camaleão nos entregou uma ótima entrevista! Gostaria de agradecer a todos que leram esse nosso material e deixar energias positivas para todo o mundo.

Nos vemos na próxima!!

고마워 친구들


[A coluna acima reflete a opinião do redator e não do portal Project N]

David Esquivel
Carioca cheio de energia que começa mil jogos ao mesmo tempo e depois se pergunta: como eu vim parar aqui nesse RPG? Instagram: @david.o.esquivel Twitter: @David_Holiver